Antes do recorde, Fabiana Murer treina com Renaud Lavillenie
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Antes do recorde, Fabiana Murer treina com Renaud Lavillenie

Amanda Romanelli

09 de fevereiro de 2015 | 11h57

Os dois melhores resultados da temporada em pista coberta no salto com vara são do Brasil e da França. Ambos foram conquistados na noite de sábado, quando Fabiana Murer e Renaud Lavillenie venceram a competição na cidade francesa de Nevers. A brasileira saltou 4,83 m, recorde sul-americano, melhorando em um centímetro a marca anterior de 2010, que era dela. Já o francês mostrou que voar rumo os 6 metros tem sido rotina. Ele superou a marca de 6,01 m – seu recorde mundial, estabelecido ano passado, é de 6,16 m.

Além de dividir o pódio, Fabiana e Renaud também têm dividido os treinos. É o que revela a brasileira, diretamente da Europa: “Ficamos na semana passada na cada do Renaud, em Clermont Ferrand. Foi bom fazer treinos em um ambiente diferente e junto com o recordista mundial. Conviver com ele é uma ótima experiência pois ele é uma pessoa muito motivada”.

Nesta temporada indoor, Fabiana e o grupo do técnico Elson Miranda (com Fábio Gomes e Augusto Dutra) têm ficado na cidade sueca de Malmo. Vale lembrar o fim da parceria entre Elson e o ucraniano Vitaly Petrov, que proporcionava o período europeu dos brasileiros na cidade de Formia, na Itália.

A relação entre Fabiana e Renaud é amistosa há algum tempo. Em dezembro, a namorada do recordista mundial, Anäis Poumarat, esteve no Brasil para treinar com a recordista sul-americana. A francesa de 25 anos tem resultados modestos no salto com vara. Sua melhor marca indoor, conquistada no ano passado, é de 4,26 m.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: