Marilson supera virose e confirma participação em Londres
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Marilson supera virose e confirma participação em Londres

Amanda Romanelli

08 de abril de 2014 | 17h38

Marilson Gomes dos Santos esteve perto de desistir de sua participação na Maratona de Londres. O fundista chegou a ficar sem treinar por alguns dias, apesar de ter mantido a programação dos treinos de altitude que realizou em Campos do Jordão. O brasiliense de 36 anos viaja nesta terça-feira para a capital inglesa, e diz que vai fazer sua prova. “Espero correr entre 2h08 e 2h09. Tenho de me contentar com a condição que tenho hoje”.

A confirmação da viagem veio após um teste realizado por Marilson no sábado, sob a supervisão de seu técnico, Adauto Domingues. “A gente decidiu que eu vou fazer a prova, mas de maneira cautelosa. Não vou correr para melhorar minha marca (2h06min34, obtida em Londres-2011). Vai ser uma prova regrada.” Outra preocupação do atleta é conseguir um tempo que o coloque na briga pela classificação para o Mundial de Pequim e para os Jogos Pan-Americanos de Toronto, no ano que vem. “Já gostaria de assumir a liderança do ranking brasileiro.”

Na preparação para Londres – que pode ou não ser sua única maratona no ano -, Marilson deveria ter disputado a Meia de São Paulo, em fevereiro, e alguma outra prova de 10 km ou 15 km em março. Na primeira, nem sequer conseguiu terminar a corrida. “Eu acho que a virose já estava incubada. Depois fiquei ruim mesmo. Estava treinando para uma maratona, e fiquei muito debilitado. Quando estava melhorando, voltava a treinar e piorava. ”

Como já havia sido publicado neste blog em fevereiro, Marilson vai tentar chegar até a Olimpíada de 2016. “Tenho um objetivo maior agora, que é chegar em 2016. Para isso, preciso me poupar em algumas ocasiões, ter cuidados por causa da idade”, diz o fundista, que terá 39 anos nos Jogos do Rio.

 

Tendências: