Aumenta sombra do Vasco sobre os líderes

Antero Greco

17 de agosto de 2011 | 22h07

O Vasco não está para brincadeira e entra firme na briga pelo título do Brasileiro. O início dispersivo, ainda sob o clima da conquista da Copa do Brasil, ficou para trás e agora a corrida é para chegar ao quinto título da Série A. A vitória por 2 a 0 sobre o Avaí, na noite desta quarta-feira, é a prova mais recente de que Ricardo Gomes e sua turma vão incomodar.

Já incomodam na verdade. Com 33 pontos, o Vasco superou o São Paulo. Mesmo que seja por um dia, não importa, pois fez sua parte e o tricolor ainda terá de enfrentar o América-MG. O resultado em Florianópolis mostrou mais uma vez uma equipe consistente e preparada para suportar pressão e dar o bote quando necessário. Foi o que havia ocorrido no domingo, diante do Palmeiras, e se repetiu contra o Avaí, afundado na parte de baixo da classificação.

O time catarinense tentou sufocar, como fez diante do Corinthians, por exemplo, e esbarrou em atuação impecável de Fernando Prass, Dedé, Anderson Martins. Foram algumas chances criadas pelo Avaí, que esbarraram nessas muralhas. O Vasco mostrou eficiência num lance pelo menos: aos 26, Fagner arrancou pela direita e serviu Diego Souza na medida. O meia só teve o trabalhar de bater para o gol.

O panorama não mudou muito na etapa final, sempre com o Avaí a tomar iniciativa, mais na base da boa vontade do que da técnica. E o Vasco a defender-se bem, sem sustos. O filme repetiu-se aos 21, numa cobrança de escanteio de Juninho Pernambucano que encontrou Dedé livre para fazer 2 a 0. Para complicar mais, o time da casa teve Robinho expulso aos 28.

O Campeonato Brasileiro definitivamente tem um quarteto na luta pela taça.

Tudo o que sabemos sobre:

AvaíCampeonato BrasileiroVasco

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.