Barça copia Timão e também ganha de 6

Antero Greco

24 de novembro de 2015 | 20h49

Ora, ora, ora, o Barcelona deve ter assistido ao passeio do Corinthians sobre o São Paulo no domingo. E decidiu copiar o campeão brasileiro. Daí, o que fez? Lascou 6 a 1 na Roma, na noite desta terça-feira, no Camp Nou. Disparou na liderança do Grupo E da Champions, com 13 pontos, contra 5 dos italianos e também do Bayer Leverkusen.

Brincadeira à parte, foi um massacre da rapaziada do time catalão. Lembrou os grandes momentos do período em que era dirigido por Pep Guardiola: toques pra cá e pra lá, dribles, tabelas, lançamentos perfeitos, gols impecavelmente bonitos. Bem jeito Barça de ser.

Em menos de 20 minutos, liquidou a tarefa, com os gols de Suárez aos 15 e Messi aos 18. Dali em diante, passou a divertir-se e a deixar malucos os defensores da squadra italiana. Antes do intervalo, Suárez beliscou de novo as redes e fez 3 a 0.

Filme repetido, manjado e sempre gostoso de ver ocorreu no segundo tempo. A Roma no desespero para diminuir a diferença e o Barcelona só a distrair-se. Como quem não quer nada, fez o quarto com Piqué (aos 11), o quinto com Messi (aos 15) e fechou com Adriano, aos 22, ao pegar rebote de cobrança de pênalti de Neymar. A Roma diminuiu com Dzeko em cima da hora.

Dá prazer ver futebol jogado pra frente. Claro que ter bons jogadores conta, e muito. Mas vale sobretudo quando a mentalidade é vencedora. E isso o Barcelona tem, de sobra.

Mas que copiou o Timão, ah copiou mesmo…

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.