Cruzeiro desde criancinha

Antero Greco

13 de abril de 2011 | 10h32

O Cruzeiro nada de braçada na Libertadores desde a largada, quando lascou 5 a 0 no Estudiantes. É disparado o melhor brasileiro na competição deste ano. E pode terminar a primeira fase como o time mais eficiente da primeira fase. Para tanto, basta hoje ganhar de novo dos argentinos e ficar à espera dos próximos adversários. Com a vantagem de decidir sempre em casa, a partir dos confrontos de eliminação direta.

Torceria pelo Cruzeiro em qualquer circunstância, por ser um time brasileiro e porque tem jogado bem na competição. Mas, quando se trata de Estudiantes, aumenta minha simpatia por nosso clube mineiro… viro Cruzeiro desde criancinha. Coisa minha… Por vários motivos, o mais recentes deles é não ter engolido a final de dois anos atrás. Naquela oportunidade, o Cruzeiro tinha tudo para levar o título e levou foi um tombo.

Cuca tem obtido o máximo nesta Libertadores. O Cruzeiro é um dos raros invictos (ao lado dos paraguaios Libertad e Cerro Porteño) e, disparado, possui o ataque mais eficiente, com 17 gols até agora. A defesa sofreu só um. São 13 pontos em cinco jogos. Não há o que reparar. No duelo de hoje, às 21h50 (o horário da tevê), só não terá em campo o argentino Montillo, que não pôde viajar.

 O Cruzeiro cumpre papel bonito. Só não pode é falhar na fase do mata-mata. Então, para evitar surpresas, por que não aproveitar o embalo e lascar mais uma surra no Estudiantes?

Tudo o que sabemos sobre:

CruzeiroCucaTaça Libertadores

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.