E o Palmeiras de novo fica no meio do caminho…

Antero Greco

25 de agosto de 2011 | 23h18

O Palmeiras lutou bravamente, na noite desta quinta-feira, no clássico com o Vasco. Correu, suou, pressionou, venceu, e bem, por 3 a 1. O resultado, porém, foi insuficiente para levá-lo adiante na Copa Sul-Americana. O gol sofrido – aliás um golaço de Jumar – derrubou as pretensões da turma de Felipão. Faltou mais um. O Vasco vai em frente, por causa desse gol e dos 2 a 0 que obteve na ida, em São Januário.

Bateu na trave, mais uma vez, para o Palmeiras, que segue sua sina de coadjuvante. Antes do jogo, houve apresentação da nova/velha camisa, que lembrou os primeiros meses da parceria com a Parmalat, no início dos anos 1990. Ídolos como Edmundo e César Sampaio desfilaram pelo Pacaembu. Havia no ar, na véspera de o clube completar 97 anos, esperança de voltasse a ser protagonista, como é sua vocação histórica.

Com a bola a rolar, o Palmeiras sufocou o Vasco, com Valdivia, Luan, Maikon Leite e Kleber a rondar a área. Na base do abafo, o Palestra ficou em vantagem, com o gol de Luan, após rebatida de Fernando Prass em chute de Valdivia. O ritmo forte foi até a metade do primeiro tempo, quando o Vasco conseguiu equilibrar e se segurar.

O panorama ficou mais alviverde, no começo da etapa final, com o gol de Kleber. Àquela altura, no mínimo, a decisão da vaga iria para os pênaltis. Até que Jumar acertou o chute mais certeiro da vida dele: da intermediária, mandou um míssil no ângulo esquerdo. Marcos não teve nem coragem nem reação de mexer-se. Esfriou o estádio.

O Palmeiras passou o restante do segundo tempo à procura de espaços e de jogadas. Mas se limitou, na maior parte das vezes, aos cruzamentos para a área e às bolas paradas. Chegou ainda o terceiro gol, com falta cobrada por Marcos Assunção, mas já em cima da hora. O placar serviu apenas como consolo.

O Paulista foi, a Copa do Brasil também, a Sul-Americana idem. Resta o Brasileiro para salvar mais uma temporada frustrante. Será que dá? Tenho sérias dúvidas.

Tudo o que sabemos sobre:

Copa Sul-AmericanaKléberPalmeirasVasco

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.