E pensar que Ronaldinho e Thiago quase pegavam gancho…

Antero Greco

30 de julho de 2011 | 22h44

Ainda bem que o tribunal esportivo teve bom senso de mandar para o arquivo denúncia contra Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves por terem forçado terceiro cartão amarelo, dias atrás, em clássico com o Palmeiras. A dupla esteve em campo, na noite deste sábado, e garantiu a vitória do Flamengo por 2 a 0 sobre o Grêmio. Cada um fez o seu e o rubro-negro vai a 27 pontos, um a menos do que o líder Corinthians (que tem dois jogos a menos).

Ronaldinho não teve o desempenho retumbante dos 5 a 4 sobre o Santos, no meio da semana. Ainda assim, seu desempenho foi suficiente para balançar o coreto do clube que o revelou e ao qual enfrentou pela primeira vez. O Gaúcho participou do primeiro gol, marcado por Thiago Neves, aos 27 minutos do primeiro tempo. Gol importante porque a torcida estava impaciente.

O Grêmio tentou anular a desvantagem, pressionou, mas incomodou pouco Felipe. O Fla no segundo tempo acelerou o ritmo e, outra vez aos 27 minutos, consolidou o resultado, dessa vez com Ronaldinho Gaúcho. O goleiro Vítor, ao dominar a bola, tentou driblar o meia, levou a pior e viu a bola morrer no gol. Daí pra frente, a equipe carioca só gastou o tempo.

O Flamengo se mantém como único invicto da Série A, com 7 vitórias e 6 empates, e mostrou que, ao menor vacilo do Corinthians, está pronto para dar o bote na liderança. O Campeonato Brasileiro esquenta e, aos poucos, define seus principais concorrentes. Para o Grêmio, sinal de alerta, porque se aproxima da zona de perigo.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.