Em rodada quente, Vasco x Palmeiras promete pegar fogo

Antero Greco

12 de setembro de 2012 | 01h25

Prognósticos não passam de uma projeção do que pode ocorrer. Não são certezas, muito menos premonição. Palpites, apenas, pra ficar numa linguagem bem simples. Pois bem, no terreno das hipóteses a 24ª rodada do Brasileiro está com jeito de que será quente, quem sabe uma das melhores até agora. Em todos os jogos, não faltam motivos para apostar em temperatura alta, mas alguns chamam mais a atenção e quero falar um pouco deles.

Com a devida margem de erros, arrisco cravar Vasco x Palmeiras como um dos mais tensos. Os cariocas, porque vêm descendo a ladeira, no que se refere luta pelo título e briga por vaga na Libertadores. Estão com 39 pontos, observam os líderes abrirem distância e os que vêm em seguida fazem sombra. Além disso, ficaram sem o treinador – Cristóvão Borges pegou o boné, depois da série de maus resultados. Gaúcho será o interino.

Vasco, portanto, pressionado diante de um Palmeiras… desesperado. Com 20 pontos, o campeão da Copa do Brasil é forte candidato a revisitar a Série B, em 2013. Apanha mais do que boi ladrão, como se dizia na roça, não consegue engrenar e, pra complicar, no domingo tem clássico com o Corinthians. É dose. A esperança está no eventual aproveitamento de Barcos. Para tanto, montou esquema de emergência pra trazer o argentino em tempo.

Outros dois jogos que prometem muito são Sport x Bahia e Atlético-GO x Coritiba. O Sport tem 22 pontos, ameaça deslanchar e para. Os baianos, ao contrário, engataram uma quarta, atropelaram Santos, São Paulo e Vasco, subiram para 27 pontos e, nesse ritmo, logo espantam qualquer resquício de ameaça de descenso. Os goianos estão afogados na lanterna, mas jogam em casa contra um Coritiba, que foi a 25 e também dá sinais de recuperação.

Atlético-MG x São Paulo também não é pra desprezar. O Galo sacudiu a turbulência, com os 3 a 0 no Palmeiras, e mais uma vez joga diante da torcida. O São Paulo é que está num vai não vai tremendo. Teve diversas oportunidades para superar pelo menos o Vasco, tem 36 pontos e aposta no retorno de Lucas para tornar-se mais forte. Luís Fabiano está fora.

Tenso deve ser Santos x Flamengo. No ano passado, o duelo na Vila foi o melhor do Brasileiro. Desta vez, talvez não seja repleto de jogadas espetaculares como aqueles 5 a 4 para o Fla. Mas, com 27 pontos e em baixa, ambos veem crescer o fantasma do rebaixamento. Promete.

Outras duas partidas desta quarta-feira que correm por fora, mas podem surpreender são Figueirense x Cruzeiro e Lusa x Fluminense. O Figueira está com a corda no pescoço, se ganhar não sai da zona de queda, mas empurra o Cruzeiro para mais longe até da Libertadores. A Lusa reagiu muito, desde as rodadas finais do primeiro turno, e é teste de fogo para o líder Flu.

Sobra Corinthians x Ponte. Na teoria, o jogo mais sossegado, porque o resultado não interfere na vida de nenhum dos dois. Até por isso pode ser mais relaxado e agradável.

Opções, enfim, não faltam. E certamente qualquer um desses jogos será bem mais agradável de ver do que as duas últimas apresentações da seleção brasileira. Isola!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.