Fla-Flu: tensão x empolgação?

Antero Greco

23 de abril de 2011 | 23h14

O Flamengo x Fluminense deste domingo está sendo encarado como encontro entre times que vivem momentos opostos. O Fla reencarna a tensão, a etapa pré-crise. Já o Flu representa o entusiasmo, a empolgação, a certeza de vitória. O rubro-negro, então, desponta como menos cotado para vencer clássico tão tradicional. Será isso mesmo?

Não acho. Concordo quando se diz que o Flamengo não tem mostrado futebol empolgante. Ou pelo menos está aquém do que se espera para um clube que tem Ronaldinho Gaúcho como estrela maior e Wanderlei Luxemburgo no banco. Mas seria tão frágil assim uma equipe que até agora não perdeu uma partida sequer, seja no Estadual seja na Copa do Brasil? Não me parece.

É possível alegar que o torneio do Rio não tem nível de exigência acentuado. Meia-verdade. Há times frágeis, como em todos os lugares, e há adversários tradicionais. O Flu está em alta, o Vasco se recuperou, após primeiro turno medíocre. Só Botafogo, já eliminado, atravessa período de baixa.

Pode-se falar também que o Flamengo ainda não topou com nenhum oponente de valor na Copa do Brasil e se enroscou no meio da semana, ao empatar com o Horizonte por 1 a 1. Ok, mas zebras costumam correr soltas na competição nacional – o Atlético-MG foi derrubado pelo Grêmio Prudente ¬ e o Fla ainda depende apenas de si para seguir adiante.

O Flamengo precisa melhorar, Ronaldinho Gaúcho está mais do que na hora de mostrar que não se transformará em blefe, Luxemburgo nem sempre tem acertado a mão. Mas não vejo como prova definitiva de catástrofe se eventualmente for derrotado pelo Flu (o que não será nenhuma zebra). E, na pior da hipóteses, é bom lembrar que o Fla já está na final do Carioca.

Tudo o que sabemos sobre:

Campeonato CariocaFlaFlu

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.