Grêmio 1 x Fla 0. Ganhou o menos ruim

Antero Greco

22 de maio de 2016 | 18h15

Quando se fala em Grêmio x Flamengo, impossível não associar a história e considerar um dos maiores clássicos do futebol brasileiro. E é. Mas não honrou a tradição. Na tarde deste domingo, ambos fizeram duelo feio, em Porto Alegre, e ganhou o menos ruim, no caso o tricolor gaúcho, 1 a 0, primeira vitória em duas rodadas. O rubro-negro perdeu a primeira, após estreia com vitória sobre o Sport.

Partida decepcionante de lado a lado. O Grêmio ainda não acertou rumo, desde a saída da Libertadores. O grupo sob comando de Roger Machado não é fraco, tem jogadores de qualidade. Ou, no mínimo, pode apresentar-se melhor. Porém, se complica na armação de jogadas, abusa de erros de passe, finaliza mal. Carece de uma boa revisão.

O Fla, então, é um horror. Impressionante como desandou nos últimos tempos. Não estava grande coisa com Muricy. Com o afastamento do treinador, por problemas de saúde, piorou. Não teve nada que prestasse para ressaltar na Arena do Grêmio. Ninguém se destacou, não houve um que assumisse a responsabilidade de fazer o time jogar.

O meio-campo não existe, Cuellar ainda não disse a que veio (e ainda saiu machucado), Gabriel, Alan Patrick, William Arão, Cirino, Everton, Ederson foram mais do mesmo. Paolo Guerrero esqueceu o futebol. O peruano levado para o Fla a peso de ouro está hoje mais para peso morto. Não criou um lance de perigo, não é sombra do goleador que chamava a atenção no Corinthians.

Grêmio e Flamengo ensaiam proporcionar calafrios nas respectivas torcidas. No momento, não é difícil arriscar que o time carioca sai na frente, nesse quesito negativo. Será outro ano de contas para não cair? Desse jeito…

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.