Grêmio continua a sonhar alto

Antero Greco

16 de setembro de 2015 | 23h22

O título parece bem distante, mas não custa para o Grêmio sonhar nas 12 rodadas que restam até o fim da temporada. A esperança de ao menos terminar em segundo lugar faz com que mantenha ritmo intenso, como na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-PR no início da noite desta quarta-feira, em Curitiba. Com outro resultado positivo, foi a 48 pontos e encostou no Galo. Lá adiante está o Corinthians, inalcançável, mas…

O Grêmio que falhou em casa diante do São Paulo recobrou o espírito guerreiro no Couto Pereira (o Furacão não jogou em casa). Além disso, contou com atuação acima da média de Luan, que deu o passe para o primeiro gol (Douglas aos 31 da primeira etapa) e fez o segundo, aos 2 minutos da segunda fase. Evandro descontou aos 32 minutos.

A exibição do tricolor não foi brilhante, porém consistente e suficientemente equilibrada para passar pelo Atlético. A defesa esteve bem (embora um erro de Marcelo Oliveira quase vira gol), o meio-campo segurou a turma local e Luan desequilibrou na frente.

A sequência do Grêmio é tão complicada quanto a dos demais. Mas, se fica difícil emparelhar com o Corinthians (e a boa chance de encurtar caminho foi no empate da semana passada, em São Paulo), ao menos dá para ultrapassar o Atlético-MG na reta decisiva.

Pode não ser muito, mas vale, por vários aspectos: 1 – consolida a reviravolta pra cima com a chegada de Roger Machado ao comando; 2 – garante vaga direta na Libertadores de 2016.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.