Inter com Forlán empata; Grêmio perde

Antero Greco

28 de julho de 2012 | 20h44

A 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro não começou bem para os gaúchos. Inter e Grêmio, que vinham em forte ascensão, foram brecados na noite deste sábado. O Colorado não passou de empate de 0 a 0 com o Vasco, no Beira-Rio, na estreia de Diego Forlán. O Tricolor perdeu para o Coritiba por 2 a 1, no Couto Pereira.

As duas partidas não se caracterizaram por ritmo intenso – a de Curitiba, pelo menos, teve os gols na etapa final. A de Porto Alegre nem isso – do começo ao fim prevaleceram os sistemas defensivos. Melhor para o Vasco, que encostou no Atlético-MG (31 a 30 pontos) e para o Coritiba, que subiu para 15 pontos.

Depois de primeiro tempo muito morno, com marcação forte dos dois lados, Grêmio e Coritiba tentaram soltar-se. O técnico Vanderlei Luxemburgo tirou Zé Roberto e Elano para colocar no lugar deles Marquinhos e Wilson. Não se deu bem, pois os donos da casa largaram na frente, com gol de falta de Airton aos 15 minutos. O Grêmio reagiu na sequência com André Lima e caiu de vez aos 44, no chute de Leonardo que definiu o placar.

A atração no Sul era Forlán. O uruguaio ficou em campo até os 22 minutos do segundo tempo e teve desempenho discreto. Na primeira parte do jogo, movimentou-se, tratou de buscar espaço, pediu a bola, orientou os companheiros e ensaiou trocas de passes. No segundo, ficou mais isolado e cansou. Ainda carece de entrosamento e ritmo, o que é óbvio. Deu dois chutes a gol.

Chances foram poucas, tanto para o Inter quanto para o Vasco. Prevaleceram atenção, marcação mais forte no meio-campo e cautela. O que se desenhava como o duelo mais emocionante do final de semana foi uma decepção. Pior para o Inter, que se mantém próximo do bloco principal, mas sem os três pontos que o aproximariam dos líderes.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.