Luís Fabiano faz o São Paulo sonhar

Antero Greco

26 de agosto de 2012 | 18h14

Luís Fabiano voltou, decidiu com os gols nos 2 a 1 de virada sobre o Corinthians, e assim o São Paulo ainda sonha com o título (distante) do Brasileiro. Com a vitória na tarde deste domingo, no clássico no Pacaembu, o tricolor tem 31 pontos e encerra o turno na quinta colocação. Com 24, o campeão da América vai fazer figuração até a disputa do Mundial, no fim do ano.

Jogo bom, sobretudo no primeiro tempo. O Corinthians teve 15 minutos avassaladores, em que conseguiu a vantagem (com Emerson) e poderia atropelar. O próprio Emerson teve chance, assim como Douglas e Paulinho. Era para ser uma farra, já que a defesa são-paulina estava aberta, com o meio-campo zonzo. O tabu parecia permanecer intacto.

A história começou a mudar aos 23 minutos. Numa arrancada rápida, Luís Fabiano tocou para Lucas, que devolveu para o centroavante chutar cruzado, sem que Cássio pudesse esboçar a defesa. O jogo virou a partir daquele instante, ficou equilibrado, rápido e com ataques para ambos os lados. O São Paulo ainda teve uma oportunidade com Maicon.

Tite tirou Douglas, no intervalo, e optou por Martinez, para tornar o contragolpe mais eficiente. Não deu resultado. O jogo até caiu um pouco, mas esquentou com o outro gol de Luís Fabiano, aos 16 minutos, em cochilo daqueles de meio de tarde da defesa rival. Com direito ainda a drible da vaca sobre Cássio e toque para o gol. Coisa de artilheiro.

A temperatura subiu, houve divididas mais ríspidas, alguns amarelos distribuídos aqui e ali pelo árbitro  e menos jogadas perigosas. O Corinthians teve um lance final, aos 48, em chute fraco de Romarinho, na marca do pênalti, que morreu nas mãos de Rogério Ceni.

Tite imaginava o Corinthians no bloco principal, na curva do primeiro para o segundo turno. Mas terá de refazer os planos. O time dele não briga mais pelo título nacional. Só que precisa encontrar uma forma de manter o ritmo, para não chegar relaxado demais ao Japão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.