Lusa, Bahia e Sport emocionam. Mas um deles cai

Antero Greco

25 de novembro de 2012 | 20h10

Meus amigos, o que me chamou a atenção, neste domingo, foi o esforço dos times que lutam para permanecer na elite nacional. Lusa, Bahia, Náutico e Sport suaram sangue, em jogos emocionantes. O Náutico foi o único que matematicament se salvou. Um dos outros três vai acompanhar Atlético-GO, Figueirense e Palmeiras na Série B de 2013.

A Portuguesa parecia topar com uma missão impossível, a de bater o Inter em Porto Alegre. Pois a armada lusitana se mandou para o Sul com a cara e a coragem e volta para casa com três pontos, nos 2 a 0 obtidos com os gols de Luís Ricardo e Marcelo Cordeiro. A turma de Geninho aproveitou-se do momento instável do rival e foi a 44 pontos. Está a um da permanência – basta empatar com a Ponte no Canindé no domingo e o pesadelo do descenso desta vez será espantado.

Bahia e Náutico fizeram um jogo tenso no Pituaçu. Os anfitriões curtiram a felicidade da salvação durante 27 minutos, dos 6 aos 33 da etapa final. Gabriel abriu o marcador, de pênalti, e assim levava o Bahia para 46 pontos e liquidava com qualquer risco. Mas Dimba empatou, tirou dois pontos dos baianos e deu ao Náutico aquele que faltava. Com 46, vai se divertir no clássico pernambucano com o Sport. O Bahia precisa arrancar um ponto na visita que fará ao Atlético, em Goiânia.

Emoção, adrenalina, tensão não faltaram no Recife. O Sport, o mais complicado dessa turma toda, recebeu o campeão Fluminense e tomou gol de Fred na metade do primeiro tempo. A torcida empurrou os jogadores pra frente e o empate veio segundos antes do intervalo.

A etapa final foi uma avalanche sobre o tricolor, com chances claras para virar: em duas ocasiões Elivelton e Valencia tiraram em cima da linha. E, antes do apito final, Diego Cavalieri também mostrou por que foi o melhor goleiro do Brasileiro. De dar dó a reação dos torcedores do Sport, que ficou com 41 pontos e, por tabela, livrou a pele do Coritiba (perdeu para o Cruzeiro, mas tem 45 pontos). Agora o Sport só se salva se ganhar do Náutico e se Bahia ou Portuguesa perderem. Uma combinação difícil.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.