Notícias velhas

Antero Greco

29 de setembro de 2012 | 01h57

Caro leitor, bom dia. Você é viciado em notícia. Não há como negar, as evidências são indesmentíveis. Caso contrário, não estaria a navegar a esta hora, no ócio do fim de semana. Não se preocupe, pois esse é costume saudável e imprescindível. Também o cultivo há décadas, com a agravante de que vivo disso desde os 19 anos, quando era cabeludo, barbudo e magricela.

Consumir notícias de esporte, então, é hábito que nos fisga antes mesmo de aprendermos o bê-á-bá. Mas, não sei se já se deu conta, há informações que se repetem tanto, e com tal regularidade, que temos a impressão de que são as mesmas. Parecem erros de impressão ou preguiça do jornalista. Não são.

Veja esta. Luis Rosan, competente fisioterapeuta, agora cuida de Ganso, a mais recente contratação do São Paulo. E que não custou baratinho. Pois bem. Depois de avaliar o jovem talento, constatou que a contusão sofrida na coxa esquerda, em 29 de agosto, ainda no Santos, tem extensão maior do que se imaginava. A recuperação, em princípio prevista para quatro semanas, não tem data certa para concretizar-se. Conclusão: a estreia pode ocorrer só em 2013. Ganso fora de combate lhe soa novidade?

Adriano continua a treinar com afinco, no Flamengo, casa para a qual retornou, após o fiasco no Corinthians. Ao assinar contrato, um mês atrás, se previa a reaparição para os primeiros dias de outubro. O prazo foi esticado pelos especialistas que o seguem de perto, por precaução e para que esteja no auge da forma. Pediram mais um mês. Já leu algo semelhante em outra ocasião?

Quase esquecia de outra do São Paulo. Luis Fabiano desfalca a equipe neste final de semana e salta o jogo da quarta-feira contra a Argentina. O motivo? Não está curado de estiramento na coxa esquerda, afetada na primeira parte do tal de superduelo com os hermanos no dia 19, em Goiânia. O que lhe parece?

Uma semana atrás, PMs resolveram parar um ônibus da Gaviões da Fiel, em Barra do Piraí, e dar uma conferida no que transportava. Além do grupo de 45 empolgados rapazes que iam para o Rio ver o Corinthians jogar com o Botafogo, acharam barras de ferro, pedras, pedaços de pau.

Material inapropriado para apoiar a equipe, claro. Razão pela qual os moços foram para a delegacia. O Ministério Público os proibiu de pisar em terras fluminenses paramentados com os símbolos da agremiação. Passou-lhe pela cabeça de ter lido por aí algo do gênero?

Mano Menezes chamou um punhado de jogadores para portentosas pelejas contra Iraque e Japão, dentro de alguns dias, em campos europeus. Neymar faz parte do elenco – e neste ano desfalcou o Santos até mais do que Valdivia ficou fora do Palmeiras! Alguma surpresa na convocação do astro e na qualidade dos adversários?

A Mercedes anunciou Lewis Hamilton como piloto para 2013, o que significa portas abertas para a saída de Michael Schumacher. O alemão heptacampeão do mundo diz que pensa em aposentar-se de fato. De novo?!

Por falar em repetição: Carlos Nuzman é candidato a outra reeleição no Comitê Olímpico Brasileiro. É a quarta ou quinta, sei lá. Se se mantiver no cargo até 2016, serão 21 anos de poder! Isso é que é democracia.

Não que sirva de consolo, mas você não fica com impressão de repeteco ao deparar-se com notícias sobre escândalos políticos, corrupção, crises internacionais, futilidades com celebridades? Eu também. Mesmo assim, ler notícias é bom demais.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: