Palmeiras reacelera e emperra o Grêmio

Antero Greco

19 de setembro de 2015 | 23h16

O Palmeiras continua a ser surpreendente no Brasileiro. Numa fase, derrapa (como no início da competição), depois acelera (com a chegada de Marcelo Oliveira). Em seguida, volta a travar (na virada de turno), para novamente apertar o ritmo, com vitórias nas últimas três rodadas.

A mais recente alegria palestrina veio no começo da noite deste sábado, com os 3 a 2 sobre o Grêmio, no Pacaembu. O melhor ataque da Série A (agora são 48 gols contra 43 de Santos e Corinthians) prevaleceu, ajudou o time a reocupar lugar no G-4 (44 pontos) e, de quebra, emperrou os gaúchos na tentativa de encurtar distância para o líder Corinthians (54 a 48).

O Palmeiras que usou o estádio municipal porque a casa está cedida para show de Rod Stewart teve momentos empolgantes, daqueles de quem pensa alto e longe. O Grêmio, com arrancada notável desde a contratação de Roger Machado, marcou passo e dependeu muito de Luan (autor dos gols). A inconstância no returno pode tirar o tricolor da briga pelo título.

Marcelo Oliveira optou por formação agressiva, com Rafael Marques, Barrios (enfim titular) e Gabriel Jesus. Também começou com Zé Roberto na lateral-esquerda. Com isso, não demorou para sair o primeiro gol, com Vítor Hugo aos 6 minutos. Daí, repetiu erro de outras ocasiões, ao recuar, relaxar e… ceder o empate aos 20. Soube compensar ao acordar e marcar com B

arrios aos 32.

A postura ofensiva permaneceu no começo do segundo tempo e valeu o gol que garantiu a vantagem definitiva, com Rafael Marques aos 14 minutos. O pênalti que Luan cobrou aos 40 minutos serviu só para dar mais animação no tempo restante.

O Palmeiras voltou a passar ao torcedor a esperança de no mínimo ficar entre os quatro melhores. Ou até subir mais, a depender do que fizeram daqui em diante Grêmio e Atlético-MG. No mínimo, deu embalada para o duelo com o Inter, na semana que vem, pelas quartas de final da Copa do Brasil. O Grêmio deixou o público dele com a pulga atrás da orelha.

Tendências: