Pirapora do bom goleiro

Antero Greco

13 de abril de 2016 | 12h34

Tem gente que faz o bem esperando receber a retribuição logo na esquina.

Tem gente que ajuda, mas conta para todo mundo.

Tem personalidade que tem associação, que tem fundação, enfim…

E tem quem ganha um bom dinheiro e que ajuda porque simplesmente quer ver todo mundo feliz.

No mundo do futebol muitas vezes o dinheiro vem e vai com facilidade. É sempre bom lembrar mestre Telê Santana, que no seu tempo de São Paulo aconselhou muito jogador a devolver o carrão e comprar primeiramente uma casa para a mãe.

“Mas seu Telê, estou comprando o carro com dinheiro do bicho… afinal, agora eu sou titular”—dizia o atacante, achando que ia convencer o mineiro velho de Itabirito com suas palavras.

“Você era titular, meu filho… era… enquanto não devolver o carro e comprar a casa para sua mãe que está lá no interior, você é de novo reserva”.

Por que a lembrança? Porque um personagem importante da partida desta quinta-feira entre Palmeiras e River Plate, do Uruguai, parece ser uma dessas pessoas diferentes no mundo do futebol.

Na “Gazeta de Araçariguama”, do dia 8 de abril, saiu uma foto dele na página 5: é o padrinho da Campanha do Agasalho de Pirapora do Bom Jesus 2016.

Pirapora é uma cidade que fica pertinho de São Paulo, assim como a velha Araçariguama.

A campanha é para arrecadar fundos para a confecção de agasalhos para alunos das Creches e Ensino Infantil e para a compra de cobertores novos.

O slogan do movimento é : “Campanha do Agasalho, Defenda essa ideia”.

O padrinho é o goleiro Fernando Prass.

Não à toa é ídolo da torcida palmeirense e agora também das crianças de Pirapora do Bom Jesus – conhecida como “A Cidade dos Milagres”.

Falando nisso, o Palmeiras vai precisar de um… para passar para a próxima fase da Libertadores.

(Com participação de Roberto Salim.)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.