Pratto faz tudo na vitória do Atlético

Antero Greco

03 de outubro de 2015 | 21h43

Vida de jogador é curiosa e instável: vai do céu ao inferno num instante. No caso de Lucas Pratto, ocorreu o inverso, na noite deste sábado, em Curitiba. O argentino andava com farol baixo, meio chateado com jejum de gols, e deu uma guinada e tanto: foi o melhor em campo, na vitória do Atlético-MG por 3 a 0 sobre o Coritiba, na abertura da 29.ª rodada.

Pratto fez de tudo: participou dos dois primeiros gols, com passes precisos, e ainda cavou o pênalti que fechou a conta do jogo. Além disso, movimentou-se muito, do meio-campo para a frente, e nem fez a torcida sentir falta de Datolo. Uma exibição exemplar, que ajudou o Galo a manter-se na corrida pelo título, agora quatro pontos atrás do Corinthians.

O Atlético mandou no jogo, mesmo na condição de visitante, como deveria ter feito na semana passada, no empate com o Joinville. Desta vez, ignorou a fase de recuperação do Coxa e foi o time que buscou mais o gol, embora os goleiros tenham trabalhado bem no primeiro tempo.

O prêmio para os mineiros veio com o gol contra de Leandro Silva, que levou azar ao dividir com Thiago Ribeiro, após cruzamento de Pratto. A bola bateu no joelho do defensor.

O Atlético manteve ritmo bom, na etapa final, aumentou com Giovanni Augusto aos 20 e aos 39 Pratto cobrou o pênalti que forçou, numa disputa com o goleiro Wilson.

O resultado anima o Galo, que agora fica na torcida por uma surpresa da Ponte pra cima do Corinthians, neste domingo. Se isso ocorrer, o Brasileiro esquenta muito nas 9 rodadas restantes. O Coritiba tem 33 pontos e volta a sentir a incômoda aproximação da zona do descenso.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.