Qual o rival do Timão: Palmeiras ou SP?

Antero Greco

20 de novembro de 2015 | 18h25

O superintendente do Corinthians, Andrés Sanchez, soltou uma boa, em rápida entrevista a Cícero Mello, pouco depois do jogo com o Vasco, na noite de quinta-feira. O repórter da ESPN perguntou ao dirigente como via o encontro de domingo, entre o novo campeão brasileiro, e o São Paulo, o maior rival e que havia contribuído, de alguma forma, para o título.

“Rival do Corinthians é o Palmeiras”, bateu Andrés, de primeira. Ante a insistência, reforçou: “Para o Corinthians, o rival é o Palmeiras.”

Alguém pode tomar a resposta do cartola como provocação, por causa das diferenças que teve com dirigentes tricolores. Afinal, nas últimas décadas cresceu muito a rivalidade entre os dois clubes e respectivas torcidas. Daí, ele não perder a oportunidade para a cutucada.

Mas, por incrível que pareça, tendo a concordar com Andrés – fato raro, bom frisar. Para muitas gerações, nas quais incluo a minha e a do deputado, a rivalidade histórica mais significativa, no futebol paulista, é mesmo aquela entre corintianos e palmeirenses, que logo mais completará 100 anos de muitos episódios marcantes.

“A senhora não sabe o que é um Palmeiras x Corinthians”, dizia o personagem de Lima Duarte, no filme “Boleiros”, de Ugo Giorgetti. Ele era o técnico do Palmeiras, preocupado com uma maria-chuteira que estava no mesmo hotel do time dele, na véspera do dérbi, e assediava jogadores.

Corinthians x Palmeiras é mesmo diferente.

E você, o que acha?

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.