Quando Caçapava não foi à festa do Inter…

Antero Greco

27 de junho de 2016 | 21h19

Quando o Internacional comemorou o centenário houve uma ausência sentida: o volante Caçapava não estava entre os convidados da inigualável nação colorada. Gente da diretoria disse na época que não conseguiu localizá-lo fora de Porto Alegre.

Se não esteve de corpo presente na festa, esteve em todas as conversas, em todas as recordações dos grandes feitos do Inter da década de 1970.

Falcão, por exemplo, contou de um jogo contra o Fluminense, no Maracanã. O time carioca voava e seria um duro adversário, mesmo para o Rei de Roma e companhia. Preocupado com a marcação sobre Roberto Rivellino, o meia resolveu fazer uma travessura: no hotel onde estavam concentrados no Rio, chamou Caçapava em seu quarto e disse que estava muito nervoso, porque Rivellino tinha dado entrevistas dizendo que ia acabar com Caçapava, famoso por marcar todos os craques inimigos.

Pegando uma bola, Falcão até mostrou como Rivellino iria fazer para humilhá-lo no Maracanã lotado: “Ele vai fazer assim, ó, vai te dar o drible do elástico”.

Falcão contava essa história e ria. Dizia que Caçapava quase espumava de raiva. “O pior, Caçapava, é que ele disse que nem conhece quem vai fazer a marcação sobre ele. Até perguntou ao jornalista: quem é esse tal de Caçapava?”

O volante saiu imediatamente para o seu quarto. Saiu dele só para ir para o Maracanã.

Quando o jogo começou, nem bem Rivellino tocou na bola, Caçapava foi pra cima dele e atravessou o meia. Desesperado com a violência e ainda caído no chão, Riva escutou: “Muito prazer, eu sou o Caçapava, o cara que veio te marcar”.

Histórias que acompanharam a vida toda de Caçapava. Na data da festa do Inter, ele vivia retirado em Timon, no Maranhão. O convite do Inter não chegou até ele na época.

Nos últimos anos, Caçapava era um dos embaixadores do Inter junto à torcida.

Esta manhã, ele morreu em Porto Alegre.

(Com participação de Roberto Salim.)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.