Que surra do Barça!

Antero Greco

21 de novembro de 2015 | 17h51

Meu amigo, Palmeiras x Corinthians me encanta, sou vidrado num Fla-Flu, acompanho com interesse um bom e aguerrido Gre-Nal. Mas, aqui entre nós, não tem como ignorar um Real Madrid x Barcelona. Quando os dois gigantes espanhóis se encontram, impossível ficar indiferente. Sempre dá jogo bom.

Não foi diferente neste sábado – e como! O Barça se fartou de fazer gols, e o que é mais significativo, na casado maior rival: 4 a 0, fora o baile, como  se dizia no Bom Retiro, meu querido e insuperável  bairro. Que lavada, que enrascada em que se meteram Real, Cristiano Ronaldo, Rafa Benitez. Perder desse jeito, no Santiago Bernabéu, rende assunto por muitos dias.

O resultado foi incontestável e refletiu o que fizeram os dois times. Ou melhor, o que fez um (o Barcelona) e o que deixou de fazer o outro (Real). Suarez, Neymar, Iniesta se esbaldaram, para desespero do torcedor local. Aliás, os três estufaram as redes.

O uruguaio abriu o placar aos 10 minutos do primeiro tempo e Neymar dobrou, aos 39. Com menos de cinco minutos na etapa final, o maestro Iniesta fez o terceiro. E daí o público começou a sair; melhor pegar logo o metrô e ir para casa ou para a Puerta del Sol e curtir o final do sábado. Quem teve sangue-frio ainda tomou o golpe final, de novo com Suárez, que fechou a conta. Conta salgada para os madridistas e doce para os barcelonistas.

O placar mostrou 4 a 0, mas poderia ter sido muito mais, não fossem chances desperdiçadas pela equipe catalã – numa delas, no último lance do primeiro tempo, Marcelo tirou de cabeça, em cima da linha, bola chutada por Suárez. Enfim, um massacre para o líder,que se deu o luxo de deixar Messi no banco a maior parte do tempo.

O Barcelona dispara, agora com 30 pontos, contra 24 do Real.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.