Sábado para definir o rumo de trio paulista

Antero Greco

25 de setembro de 2010 | 01h56

Palmeiras, Santos e São Paulo chacoalharam em turbulência e saíram da rota no Brasileiro. A rodada que começa neste sábado vai servir para apontar se retomam o prumo ou se desandam de vez e se contentam em ser só coadjuvantes daqui até o final da temporada. Na teoria, a missão menos complicada é a dos são-paulinos, que pegam o ameaçado Goiás em casa. Os outros dois têm clássicos difíceis. Os palmeirenses visitam o Flamengo, que também balança pra lá e pra cá, enquanto os santistas jogam na Arena Barueri contra um embaladíssimo Cruzeiro.

O técnico Luiz Felipe Scolari já deu a dica de que não espera grande proeza de seu time na Série A, ao admitir que está “muito longe” do G-3. Se não fizer mais papelão, se terminar em colocação mais digna, já estará bom. O Palmeiras tem 32 pontos e abre a 25.ª rodada em nono lugar. Felipão aposta fichas na Copa Sul-Americana, em que não há times sensacionais e ainda dá vaga para a Libertadores de 2011.

No jogo com o Flamengo, no Engenhão, o Palmeiras não contará com Maurício Ramos, suspenso, e terá Valdivia de volta, para jogar ao lado de Kleber. E, como sempre, Felipão tenta fechar o meio-campo, desta vez com Márcio Araújo, Pierre, Marcos Assunção e Tinga. O meia Lincoln pode ser a surpresa. O Flamengo, com 28 pontos, só quer saber de sair de vez da zona de perigo. Palpite: empate.

O Santos ainda tenta baixar a poeira, depois da saída de Dorival Júnior e do rebuliço em torno de Neymar. O interino Marcelo Marterotte vai de 4-3-3, para dar estabilidade ao time, e na frente conta com Zé Eduardo, Neymar e Marcel. Com 35 pontos, o campeão paulista e da Copa do Brasil joga a última cartada para continuar na briga pelo terceiro título da temporada. Missão quase impossível, ainda mais que pega o Cruzeiro, com 44 e que considero a maior sombra para o Corinthians. Palpite: Cruzeiro.

O São Paulo, na verdade, parece ter embicado no caminho certo, em setembro, mês em que coleciona 5 vitórias e 2 derrotas. Sérgio Baresi mexe muito no time, mas se sente mais seguro, depois que a diretoria garantiu que não sai do cargo. É bom não confiar muito na cartolagem, porém os resultados o garantem. A equipe terá três baixas: Miranda e Richarlyson, suspensos, e Fernando, machucado. O São Paulo tem 34 pontos e sonha com a Libertadores. Difícil. Palpite para hoje: São Paulo.

O sábado ainda terá Guarani x Vasco e Atlético-GO x Prudente. Palpites: empate em Campinas, vitória do Atlético em Goiânia.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.