Santos 2 x Sport 2, bom aperitivo do domingo

Antero Greco

31 de maio de 2015 | 13h07

Gosto desses jogos de final de manhã, servem como aperitivo para o restante da rodada do Brasileiro. E Santos 2 x Sport 2, na Vila Belmiro, não decepcionou para abrir o apetite: foi interessante, movimentado, atraiu bom público e mostrou duas equipes com toque de bola interessante. Placar justo, apesar de erro da arbitragem no primeiro gol santista.

O primeiro tempo teve domínio do Santos, que procurou mais o ataque. O Sport, ao contrário, optou pela cautela. Enfim, situação clássica, de mandante atrevido e visitante retraído.

O resultado desse panorama foi o campeão paulista a rondar a área de Danilo Fernandes com insistência. Criou chances e Robinho, que havia desperdiçado uma oportunidade no início, deixou o time dele em vantagem aos 41 minutos.  Lance bonito, com cruzamento da direita, Robinho cabeceou, Danilo fez defesa espetacular; no rebote Ricardo Oliveira, impedido, cabeceou na trave, no segundo rebote Robinho empurrou para dentro.

O Sport mudou postura na volta do intervalo. Eduardo Batista fez duas mudanças: Diego Souza no lugar de Régis e Elber na vaga de Maikon Leite. Deu certo, pois o Sport acelerou o ritmo, abandonou a postura medrosa, encarou o Santos e empatou aos 7 com Joelinton.

Daí em diante houve alternativas para ambos os lados, em duelo equilibrado. O Santos retomou a dianteira, com o gol de Werley aos 25 minutos, mas cedeu o empate no último lance, com Samuel Xavier, aos 47.

Mais saboroso para os pernambucanos, invictos (dois empates, duas vitórias, 8 pontos) e um tanto frustrante para o Santos (uma vitória, dois empates, uma derrota, 5 pontos). O consolo é que a turma local pôde ir cedo pra casa e pegar o almoço com a família.