Tite para a presidência da CBF…

Antero Greco

24 de dezembro de 2015 | 15h38

Crônica de Natal do jornalista Roberto Salim.

Dormi e sonhei.

Dormi pesado e sonhei com gosto.

Dona Rose conversou muito com ele.

Os filhos também. E,depois de duas caipirinhas, Adenor Leonardo Bachi aceitou o convite feito pelo Paulo André, do Bom Senso Futebol Clube, e vai ser o novo presidente da Confederação Brasileira de Futebol. Tudo aconteceu depois que o prédio da CBF foi cercado no Rio e os dirigentes fugiram de helicóptero para local ignorado – mas parece que o FBI já sabe onde estão.

Tite aceitou… mas sob algumas condições:

1) Seu vice-presidente será Raí.

2) Seu conselheiro será o filósofo Mário Sérgio Cortella.

3) O assessor de imprensa será o Jamil Chade.

4) Todos os dirigentes antigos não poderão ser presidentes nem de clubes de bairro.

5) Os ingressos serão bem baratos – porque não se pode elitizar o esporte e afastar o povo das gerais.

6) O patrocinador da seleção brasileira não escala mais o time, nem escolhe amistosos.

7) Os jogos da seleção serão considerados prioridade da cultura nacional e serão transmitidos por qualquer emissora de tevê do País.

8) O técnico da seleção será Marcelo Oliveira, com o auxílio de Tostão, que mineiramente trocará idéias por telefone com o treinador.

9) E de agora em diante o artilheiro do campeonato nacional terá cadeira cativa no time.

10) José Maria Marin, Marco Polo Del Nero, João Havelange, Ricardo Teixeira e outros mais serão proibidos de falar a palavra futebol – estejam onde estiverem.

11) Os dirigentes que respondem na justiça terão de dizer quem os corrompeu, quem deu o dinheiro para ter exclusividade nos assuntos do nosso futebol e quem está solto mas se faz de bonzinho.

12) O Tribunal de Justiça Desportiva será mudado e do grupo farão parte César Sampaio, Rogério Ceni, Muricy, Paulo Autuori, Ricardo Gomes e Juca Kfouri.

13) A profissão de juiz de futebol será finalmente regulamentada.

14) Todo ano vai ter um festival de músicas de futebol, sob o comando de Paulinho da Viola e Chico Buarque de Holanda.

Eu estava quase acordando, até cantando, quando ainda deu para ouvir o Tite pedindo mais uma caipirinha para sua esposa, antes de fazer uma última solicitação: quer ter três meses de férias todo começo de ano para dirigir o Corinthians no Campeonato Paulista.

Ficaram de responder!!!

Tudo o que sabemos sobre:

CBFFutebol brasileiroTite

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.