As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A justiça se faz presente no Brasileirão, no alto ou embaixo

miltonpazzi

28 de outubro de 2007 | 23h26

O São Paulo já conta as horas para se consagrar campeão brasileiro. Será com justiça pelo futebol apresentado na competição. Pode não ser brilhante, teve momentos ruins, mas mostra realmente que a organização é ponto fundamental para se ter sucesso. É assim que bateu o Sport neste domingo por 2 a 1. Os que não a possuem, obviamente, estão pagando por isso. Mais um motivo que reforça a justiça que uma competição de pontos corridos deixa claro.

É só ver os outros times que estão na briga pela vaga na Libertadores. Santos, Palmeiras, Cruzeiro (sim, é, colocando as “amarelices” de lado) e Grêmio. Talvez a exceção disso seja o Flamengo, mas o time está em ordem em campo e por causa disso conseguiu uma seqüência de resultados que o recolocaram na disputa.

Na outra ponta da classificação, estão os desorganizados, cheios de problemas. Os maiores exemplos sao, obviamente, América-RN e Corinthians. Mas este último, pelas mudanças políticas que teve, parece estar lutando para sair. Na raça, foi assim que venceu o Figueirense por 2 a 1, de virada. Pode escapar. Para quem cair, a certeza é que não poderá dizer que é injusto. Assim como o título são-paulino. Este, muito justo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: