As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A luta pelo reconhecimento dos títulos

Luiz Zanin Oricchio

13 de dezembro de 2010 | 16h20

O fim de ano do futebol brasileiro, que costuma servir apenas para movimentar o mercado de transferências de jogadores, pode ser de festa para alguns clubes. Palmeiras, Santos, Cruzeiro, Bahia, Fluminense e Botafogo lutam para ter reconhecidos pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) os títulos nacionais conquistados a partir de 1959 (hoje, a entidade só considera os torneios a partir de 1971, quando foi criado o atual Brasileirão), e a decisão deve sair antes do início da temporada 2011.

O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, recebeu um dossiê e um vídeo apresentado pelas seis equipes e pediu cerca de dois meses para fazer uma análise. Se as conquistas forem reconhecidas, Palmeiras e Santos passarão a ser os maiores ganhadores de campeonatos nacionais, com oito troféus. Hoje, o time alviverde tem quatro, e a equipe da Vila Belmiro dois.

O Flu saltaria de dois para três, e Cruzeiro, Botafogo e Bahia de um para dois.

Entre os outros times, São Paulo continuaria com seis títulos, contra cinco do Flamengo, quatro de Corinthians e Vasco, três do Internacional, dois do Grêmio e um de Atlético-MG, Atlético-PR, Coritiba, Guarani e Sport Recife.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.