Acompanhe os melhores momentos do UFC Londres, direto da Arena Wembley, na Inglaterra
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Acompanhe os melhores momentos do UFC Londres, direto da Arena Wembley, na Inglaterra

Estadão Esportes

16 de fevereiro de 2013 | 16h03

A luta entre Renan Barão e McDonald é a mais esperada na noite londrina

Renan Falcão vence McDonald e mantém o cinturão dos galos no UFC.

Acompanhe ao vivo a entrevista coletiva dos lutadores do UFC.

21h15 (Brasília) – O brasileiro Renan Falcão fala sobre a vitória no UFC Londres.

“Estou me sentindo muito feliz. Fui até o Rio de Janeiro para me preparar. Obrigada a todos que me ajudaram”

“Obrigada a todo mundo que apareceu aqui. Natal, somos nós! Aí, Dominick Cruz, estou esperando você”, disse o brasileiro.

20h37 (Brasília) – Agora é a vez de Renan Barão x Michael McDonald, a principal luta da noite.

E o norte-americano é o primeiro a entrar no octógono.

Começa a luta, e a torcida aplaude muito o brasileiro dono do cinturão dos galos.

1.º round

Com leve desvantagem em pé, Renan Barão consegue levar a luta para o chão. Especialista em jiu-jitsu, o brasileiro terminou melhor o primeiro round. Mas a luta é dura.

2.º round

Renan Barão tenta um chute rodado. Pede desculpas ao adversário e a torcida aplaude a atitude do brasileiro. Com um chute na coxa e depois no rosto, Barão vai bem. Mas logo em seguida McDonald quase derruba o brasileiro. Segundo round dominado pela trocação dos dois lados.

3.º round

A luta continua eletrizante. O público apreensivo aplaude cada bom golpe dos dois lutadores. Barão dá um giro e consegue se desvincilhar do norte-americano. Os dois terminam o terceiro round com o rosto sangrando, mas não parecem cansados.

BARÃO VENCE E MANTÉM O CINTURÃO!! Com um katagatame, Renan Barão finaliza o norte-americano e mantém o cinturão dos galos no UFC!!!

20h (Brasília) – Cub Swanson x Dustin Poirier

Primeiro round muito duro para os lutadores do co-evento da noite. Abusando da trocação, Swanson e Poirier mantém a luta em pé até aqui.

20h28 (Brasília) – Impressionante! Swanson e Poirier fazem um duro duelo nos três rounds. No último, com a luta levada ao chão, os dois foram bem, surpreendendo com golpes que deixaram a torcida eufórica. Quem estava perto do octógono e não conseguia enxergar bem a luta, levantou da cadeira e, com os olhos apreensivos, acompanhou em pé e voltado para os telões da Arena o confronto. Poirier chegou até a olhar para a câmera e brincar com o público durante a luta. No final, os dois se abraçaram e levantaram juntos as mãos.

Vitória de Paul Swason por decisão unânime. 

19h51 (Brasília) – Jimi Munuwa x Cyrille Diabate

O francês Cyrille Diabate machuca a perna e não aguenta ir para o segundo round, dando a vitória para o inglês Jimi Manuwa. Cyrille sai mancando do octógono, apoiado em membros da sua equipe e muito aplaudido pelo público.

19h40 (Brasília) – Vitória de Gunnar Nelson por decisão unânime

19h39 (Brasília) – Gunnar Nelson x Jorge Santiago

Fim de luta. Melhor no terceiro round, o brasileiro terminou com uma boa sequência de socos. Os árbitros estão decidindo o vencedor.

Gunnar Nelson conta com o apoio da maior parte da torcida inglesa. Mas os brasileiros por aqui também gritam o nome de Santiago. A luta é bastante dura até agora, com o brasileiro tentando socos cruzados e mantendo a guarda alta

19h14 (Brasília) – Santiago também escolhe O Rappa como trilha sonora e entra cantando na Arena Wembley

19h09 (Brasília) – Agora é a vez do carioca Jorge Santiago!

19h05  (Brasília) – James Te Huna ganha do canadense por decisão unânime e sai do octógono muito aplaudido pelo público inglês

18h52 (Brasília) – James Te Huna x Ryan Jimmo

Se no primeiro round Jimmo foi superior, a luta agora é equilibrada e os dois atletas ficam no chão, com Te Huna um pouco melhor, acertando alguns socos na cabeça do adversário.

18h42 (Brasília) – James Te Huna entra de terno, óculos escuro e com a coreografia ensaiada

Depois da grande entrada de Ryan Jimmo, embalado por um clássico do Metallica, o australiano James Te Huna inova ainda mais. De terno e óculos escuro, ele aparece para a luta com coreografia ensaiada e anima a torcida

18h34  (Brasília) – Vitória do lutador de Las Vegas, EUA, Matthew Riddle, por decisão

18h30 (Brasília) – Che Mills x Matthew Riddle

O norte-americano continua com toda a sua irreverência, até dentro do octógono. Deitado e se protegendo com as pernas levantadas, ele ficou chamando Che Mills para a luta. Depois de 3 rounds, a decisão fica por conta dos jurados.

18h (Brasília) – Começam as lutas do card principal

O inglês Che Mills e o norte-americano Matthew Riddle abrem o card principal do UFC Londres.

17h49 (Brasília) – Renée Forte vence o dono da casa Terry Etim por decisão unânime! 

3.º round: O brasileiro continua com uma boa sequência de socos de direita e esquerda, mantendo o oponente deitado.

2.º round: Renée acerta em cheio Etim, leva o inglês para o chão e manda uma sequência de socos no adversário. Termina o round com o cearense muito superior.

1.º round – Os ingleses gritam em coro: “Terry, Terry”, mas Renée Forte vai bem. O brasileiro chegou a derrubar o adversário inglês em um momento, mas ambos abusaram mais dos socos e chutes, mantendo a luta em pé.

É a vez de Renée Forte entrar no octógono!

Ao som de Súplica Cearense, da banda O Rappa, e com um chapéu do Lampião, o cearense de Fortaleza entra na Arena Wembley.

A torcida brasileira grita muito: “Mete a porrada nele, Renée.”

E cai o primeiro inglês.

Dominando todos os rounds, Danny Castillo quebra a invencibilidade dos ingleses e supera Paul Sass por decisão unânime.

Brasileiros marcam presença no UFC Londres.

Com bandeiras do Brasil e camisa da seleção, os fãs de MMA brasileiros também estão por aqui para dar força a Renan Barão, Renée Forte e Jorge Santiago. “Eu planejei toda a minha viagem de intercâmbio pensando nessa luta. Gosto muito do trabalho do Barão e não queria perder isso por nada”, diz Renan Silva, estudante de jornalismo. Em Londres há três semanas, o chará do dono do cinturão dos galos trouxe os amigos brasileiros ontem na pesagem e hoje veio representar o País com a bandeira do Rio Grande do Sul.

Mais um inglês vitorioso!

Os ingleses estão imbatíveis! Agora foi a vez de Andy Ogle levantar a torcida. Com uma luta morna, basicamente no chão, o inglês acabou vencendo Josh Grispi por decisão unânime.

Começam as lutas!

A Inglaterra começou muito bem a noite, empolgando ainda mais os torcedores ingleses que lotam a Arena Wembley. Até agora as três lutas que já ocorreram foram vencidas pelos donos da casa Phil Harris (decisão unânime), Vaughan Lee (decisão unânime) e Tom Watson (nocaute técnico).

Aquecimento

Com três brasileiros no evento, o UFC Londres começa na Arena Wembley. Enquanto o público ainda entra na casa e faz fila para comprar ingresso, os primeiros lutadores já se preparam para a grande noite.

No hotel onde todos os participantes ficaram hospedados durante esta semana, localizado em frente à Arena, o saguão de entrada é tomado por lutadores, treinadores e amigos. Entre eles, o carioca Jorge Santiago, que aguarda sua o momento de sua luta contra o islandês Gunnar Nelson.

Confira os resultados das lutas do UFC Londres:

 

CARD PRINCIPAL

Renan Barão x Michael McDonald (cinturão)
Cub Swanson x Dustin Poirier
Jimi Minuwa x Cyrille Diabate
Gunnar Nelson x Jorge Santiago
James Te Huna x Ryan Jimmo
Che Mills x Matthew Riddle

CARD PRELIMINAR

Terry Etim x Renée Forte
Paul Sass x Danny Castillo
Andy Ogle x Josh Grispi
Tom Watson x Stanislav Nedkov
Vaughan Lee x Motonobu Tezuka
Phill Harris x Ulysses Gomez

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.