Análise dos confrontos das oitavas de final da Libertadores
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Análise dos confrontos das oitavas de final da Libertadores

André Rigue

22 de abril de 2010 | 23h37

ronaldo eaaaaa adriano 480 ae

Os cinco clubes brasileiros garantiram classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores. É o único país que levou todas suas equipes para a fase mata-mata.

Contudo, teremos um duelo envolvendo dois clubes do Brasil: Corinthians e Flamengo. O time alvinegro terminou com a melhor campanha após vencer o Medellín e terá a vantagem de decidir em casa até o final. A equipe rubro-negra foi a última a garantir a vaga.

O Inter terá pela frente o Banfield, da Argentina. O São Paulo pegará o Universitário, do Peru, e o Cruzeiro medirá forças contra o Nacional, do Uruguai.

CONFIRA A ANÁLISE DOS CONFRONTOS E OPINE SOBRE OS JOGOS

1.º CORINTHIANS (BRA) X 16.º FLAMENGO (BRA) – Principal jogo das oitavas de final da Libertadores. O time paulista fez a melhor campanha e está totalmente focado no ano de seu centenário. Contudo, o atacante Ronaldo ainda está longe do seu ideal, o que deve dar algumas dores de cabeça para o técnico Mano Menezes. Por sua vez, o time rubro-negro chega em crise, com briga interna de jogadores e a não certeza da manutenção do técnico Andrade. Os paulistas são favoritos.

2.º SÃO PAULO (BRA) X 15.º UNIVERSITÁRIO (PER) – Apesar de ter passado momentos conturbados por causa dos atritos entre o atacante Washington e o técnico Ricardo Gomes, o São Paulo conseguiu garantir a liderança de seu grupo e, de quebra, deu sorte em pegar o adversário “de menor expressão” nas oitavas. O time peruano, no entanto, conseguiu eliminar o Lanús, da Argentina, e pode criar alguma dificuldade. Os são-paulinos são favoritos.

3.º ESTUDIANTES (ARG) X 14.º SAN LUIS (MEX) – Atual campeão da Libertadores, o Estudiantes garantiu a ponta de sua chave com um gol de pênalti aos 50 minutos do segundo tempo contra o Alianza Lima, do Peru. Verón continua como grande comandante. O rival vive fase complicada no Campeonato Mexicano e não deve oferecer grandes riscos. Os argentinos são favoritos.

4.º VÉLEZ SARSFIELD (ARG) X 13.º CHIVAS GUADALAJARA (MEX) – Será um dos duelos mais equilibrados da fase oitavas de final. O Vélez conta com os gols de Hernán Rodrigo López e toda a catimba argentina para tentar fazer a diferença dentro de casa. O time de Guadalajara lidera seu grupo com folga no Campeonato Mexicano e, quando atua com força máxima, é um rival complicado de ser encarado. Pequena vantagem para os argentinos.

5.º LIBERTAD (PAR) X 12.º ONCE CALDAS (COL) – O Libertad tem a força dos bastidores, e está invicto na Libertadores. O clube, que tem como destaque Pablo Velázquez, é o melhor do futebol paraguaio e sabe jogar na marcação fora de casa. Os colombianos também têm um time bem chatinho de ser enfrentado – venceu o São Paulo na Colômbia. Duelo de muito equilíbrio e imprevisível.

6.º INTERNACIONAL (BRA) X 11.º BANFIELD (ARG) – O clube brasileiro parece ter engrenado no comando de Fossati. O time colorado garantiu a liderança de seu grupo e chegou às oitavas de final sem sofrer nenhuma derrota. O Banfield é um dos melhores times da atualidade na Argentina, mas deve complicar a vida dos gaúchos apenas em seu domínio. Se a equipe gaúcha não fizer besteira, passa de fase.

7.º NACIONAL (URU) X 10.º CRUZEIRO (BRA) – Duelo complicado para o time mineiro, atual vice-campeão da Libertadores. É verdade que o futebol uruguaio não vive o bom momento de tempos anteriores, mas ainda assim duelar em Montevidéu é algo complicado – o Palmeiras caiu no ano passado. Kléber é a principal aposta do Cruzeiro. Se estiver bem, o artilheiro fará a diferença e garantirá a classificação celeste.

8.º UNIVERSIDAD DE CHILE (CHI) X 9.º ALIANZA LIMA (PER) – É verdade que o Alianza não teve muitos problemas para garantir a vaga e só perdeu a liderança do grupo graças a um pênalti marcado aos 50 minutos do segundo tempo contra o atual campeão Estudiantes. O time peruano dentro de casa está 100% e deve dar trabalho ao Universidad de Chile. Os chilenos deitaram e rolaram sobre o Flamengo e também chegaram com força. A Universidad é ligeiramente favorita.

Veja também:
link Corinthians vence Medellín e é o melhor
link Inter bate Quito e garante sua classificação
tabela  Tabela completa da Copa Libertadores

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.