AO VIVO – Brasil e Espanha decidem a Copa das Confederações; Itália fica em terceiro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

AO VIVO – Brasil e Espanha decidem a Copa das Confederações; Itália fica em terceiro

Estadão Esportes

30 de junho de 2013 | 12h01

Brasil e Espanha jogam a partir das 19h, no Maracanã, na grande final da Copa das Confederações. A seleção volta a disputar uma final no estádio depois de 24 anos – a última vez foi na Copa América de 1989, quando o Brasil derrotou o Uruguai.

Na Copa do Mundo de 1950, Brasil e Espanha também se enfrentaram no Maracanã, durante a Copa do Mundo daquele ano. E a seleção brasileira venceu por 6 a 1, na maior goleada entre todos os oito jogos já realizados entre os dois times.

Para a final deste domingo, o Brasil jogará com força máxima. Na Espanha, Fabregas volta ao time e o artilheiro Torres deverá compor o ataque, desbancando definitivamente Soldado.

A decisão entre as duas seleções é um dos jogos mais aguardados dos últimos tempos. A Espanha, de Xavi, venceu as duas últimas edições da Eurocopa e é a atual campeã do mundo. Já o Brasil, de Thiago Silva, busca sua reafirmação e defende o título conquistado em 2009, na África do Sul.

Nossos enviados especiais Alex Silva, Almir Leite, Fernando Faro, Jamil Chade, José Patrício, Mateus Silva Alves, Nilton Fukuda e Robson Morelli, além dos repórteres da sucursal do Estadão no Rio Fábio Motta, Leonardo Maia, Silvio Barsetti, Tiago Rogero e Wilton Júnior, trazem todas as informações deste grande jogo.

Fora do Maracanã, a tarde mais uma vez é de protestos. A Polícia Militar antecipou o horário de fechamento das ruas próximas ao estádio para evitar o avanço de 5 mil manifestantes. Acompanhamos tudo o que acontece pelas ruas da cidade e em outras capitais através do blog Estadão Urgente.

Em Salvador, Uruguai e Itália empataram em 2 a 2 no tempo normal e fizeram uma prorrogação sem gols. Nos pênaltis, os europeus levaram a melhor e venceram por 3 a 2. De lá, nosso enviado especial Paulo Favero, com a colaboração de Vitor Villar, traz os últimos detalhes sobre a partida.

18h44
Terminamos a transmissão do pré-jogo por aqui. Acompanhe agora a grande decisão lance a lance!

18h26
A maioria dos torcedores que responderam à enquete no site da Fifa aposta no Brasil para ser campeão da Copa das Confederações: 61% colocaram a seleção brasileira como vencedora, contra 39% para os espanhóis.

18h18
Faltando uma hora para o início do jogo Brasil x Espanha, pela final da Copa das Confederações, os cerca de 5 mil manifestantes se concentram a 400 metros do estádio do Maracanã. Neste momento, eles estão no entroncamento da Rua São Francisco Xavier, com a Avenida Maracanã. Centenas de policiais militares do Batalhão de Choque e agentes da Força Nacional de Segurança fecham as quatro pistas da Avenida Maracanã para impedir que os manifestantes avancem em direção ao estádio. Os policiais do Choque usam escudos, capacetes e cassetetes. Os agentes da Força Nacional, escudos e máscaras antigás. No trecho que separa o protesto do estádio há um caveirão (carro blindado da PM) e policiais da cavalaria da PM em pelo menos quatro barreiras. Não houve confronto até o momento. Os manifestantes gritam palavras de ordem como “Não vai ter Copa”, “A verdade é dura / a PM apoiando a ditadura” e “Cabral é ditador”, em referência ao governador Sérgio Cabral. Acompanhe os protestos através do blog Estadão Urgente.

18h12

Dois voluntários que participavam da cerimônia de encerramento da Copa das Confederações, há poucos minutos, no Maracanã, aproveitaram um descuido da organização e interromperam sua coreografia para esticar uma faixa que pedia a anulação imediata da privatização do estádio. Uma funcionária da organização demorou alguns segundos até que conseguisse arrancar a faixa dos manifestantes. Uma mulher saiu por sua própria conta do gramado. O outro “invasor” continuou dentro do gramado por algum tempo até que um homem o conduzisse a uma saída. Numa área de acesso por onde também transita a imprensa, um integrante da operação da final conduziu a mulher, que bradava: “Fim da privatização do Maracanã. O Maracanã é do povo”, enquanto o funcionário vociferava: “Você ficou louca, você sabe o que fez?”. A assessoria de imprensa do Comitê Organizador Local, abordada pela reportagem, ainda buscava informações de quem eram os manifestantes e o que foi feito deles. Apesar do episódio, que ocorreu muito rapidamente durante a apresentação da cantora Ivete Sangalo, a cerimônia continuou sem outros percalços.

18h02
Neste momento, uma hora antes da final da Copa das Confederações, o sistema de irrigação do Maracanã é ligado. Molhar o campo pouco antes de uma partida é uma prática comum na Europa, nem tanto no Brasil. Isso favorece a Espanha, já que o gramado fica mais rápido, facilitando o toque de bola dos espanhóis.

17h54
ESCALAÇÕES – A Fifa divulgou agora há pouco as escalações dos dois times para o jogo. O Brasil de Felipão vai com Júlio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Neymar; Hulk e Fred. Do outro lado, a Espanha de Vicente del Bosque vai alinhar com Casillas; Arbeloa, Piqué,  Sergio Ramos e Jordi Alba; Busquets, Xavi e Iniesta; Juan Mata, Pedro e Torres.

17h46
Uma das meninas que estavam debaixo das bolas no gramado passou mal e teve de ser retirada pelos paramédicos. A bolinha que ela estava manejando manteve-se estática durante a coreografia final e não se mexia quando todos tinham de sair do campo. A menina encontrava-se deitada no tapume, mas não desacordada.

17h38
Arlindo Cruz, Victor e Leo, Jorge Ben Jor e Ivete Sangalo já se apresentaram na cerimônia de encerramento da Copa das Confederações. As apresentações foram rápidas.

17h31
Neymar percebe que está sendo filmado ao descer do ônibus da seleção e acena para a câmera, provocando uma onde de gritos e aplausos dos torcedores no Maracanã. O craque andou tocando um dos instrumentos de percussão do time. Parecia íntimo da peça.

17h24
Vaias e aplausos ao mesmo tempo no Maracanã. As vaias eram para os jogadores da Espanha, mostrados nos telões. Os aplausos, para a chegada da seleção ao estádio. E já começam os gritos de Brasil! Brasil! Brasil!

17h21
Em instantes, às 17h25, a Fifa e o Comitê Organizador Local (COL) darão início à festa de encerramento da Copa das Confederações. Existe muita ansiedade e temor por parte dos organizadores em relação ao comportamento do público. As vaias ‘oferecidas’ à presidenta Dilma Rousseff, em Brasília, na cerimônia de abertura da competição, ainda podem ser ouvidas.


17h16

O torcedor já ocupa cerca de 70% dos assentos no Maracanã. A maioria de amarelo. O som do estádio e sua acústica não são muito boas. Quase não se entende o que é falado no serviço de som. Nos dois telões, o Brasil em campo e nas quadras. As imagens são repetitivas, mas vão animando a torcida.

17h10
A Polícia Rodoviária Federal apreendeu mais de 500 camisetas falsificadas da seleção brasileira num ônibus que seguia de São Paulo para o Rio. A apreensão ocorreu no quilômetro 227, na Rodovia Presidente Dutra, em Piraí. As 530 camisetas ­– réplicas dos uniformes de jogo e de treino da seleção – seriam vendidas nas imediações do Maracanã, segundo informou o proprietário, que não teve o nome divulgado. Em nota, a PRF informou que intensificou a fiscalização dos ônibus que seguem para o Rio de Janeiro. Quarenta ônibus foram fiscalizados nesta manhã.

16h55
Último dia de Copa das Confederações aumentou o fluxo na loja oficial da competição. Torcedores foram às compras atrás de recordações e tiveram que gastar bastante. Uma camiseta, por exemplo, podia chegar a custar até R$64.


16h54
O gramado do Maracanã está sendo preparado para a festa de encerramento da Copa das Confederações, que começará em alguns minutos. Pelo que se pode ver, será semelhante à cerimônia de abertura, em Brasília. A maior parte das cadeiras do estádio, no entanto, ainda está vazia.

16h50
O clima no segundo protesto que ocorre neste momento no Rio é completamente diferente do anterior. Pela manhã, quando 5 mil pessoas seguiram pacificamente até a praça Afonso Pena, a maioria era de jovens e não havia pessoas de preto ou encapuzadas. Militantes de partidos balançavam suas bandeiras e não eram hostilizados. Os gritos eram mais bem humorados. No protesto de agora, depois de a PM deter um rapaz encapuzado e liberá-lo após revista, os militares foram hostilizados por parte dos manifestantes. Há pouco, uma equipe da TV Globo deixou a praça com escolta da PM para ir embora. A polícia calcula que 5 mil pessoas estão na concentração.  Acompanhe a cobertura dos protestos pelo Brasil no no Estadão Urgente.

16h45
De acordo com o Climatempo, é forte a probabilidade de chuva no Rio no horário da partida. A temperatura neste momento é de 25.ºC, e a umidade relativa do ar está em 79%.

16h32
A manifestação que seguia em direção ao Maracanã acabou se dispersando. O grupo segue por vários pontos da cidade. É possível que uma nova passeata em direção ao estádio aconteça até o momento do jogo.

16h06
O torcedor chegou cedo ao Maracanã. Faltando três horas para começar a partida do Brasil com a Espanha, muitos já se estão em seus assentos. Há muita gente do lado de fora também, fazendo aquele esquenta antes de a bola rolar. A seleção deixa o hotel duas horas antes da partida, como sempre tem feito nesta Copa das Confederações. O jogo começa às 19h.

15h57
A comitiva com a cúpula da Fifa deixou o hotel Copacabana Palace há cerca de cinco minutos com forte aparato policial. O comboio segue para o Maracanã com apoio de batedores da polícia. A percurso deve ser feito em cerca de 20 minutos.

15h48
Termina em Salvador. A Itália  faz 3 a 2 nos pênaltis e fica com o terceiro lugar na Copa das Confederações.

15h41
Caveirão, veículo blindado que ficou famoso no filme Tropa de Elite, faz sucesso na porta do Maracanã. Pessoas param para tirar fotos ao lado da unidade que foi deslocada como parte da logística de segurança.

15h40
Enquanto isso, torcedor vai chegando ao Maracanã para a grande final da Copa das Confederações.

15h35
Termina o jogo em Salvador. Itália e Uruguai empatam em 2 a 2 no tempo normal, ficam no zero na prorrogação e agora vão decidir o terceiro lugar nas penalidades máximas.

15h24
Montolivo é expulso na Itália. Jogo está no segundo tempo da prorrogação. Empate prossegue. Siga!

15h22
Arredores do Maracanã serviram de palco a céu aberto para diversas performances. De músicos a artistas, várias pessoas se arriscaram e até receberam algum dinheiro pelo “show”.

15h11
Terminou pacificamente a manifestação liderada pelo Movimento Passe Livre Salvador, nos arredores da Arena Fonte Nova. Cerca de mil manifestantes participaram do protesto.

14h59
Itália e Uruguai empatam no tempo normal e vão jogar a prorrogação. SIGA!

14h40
Promessa cumprida, e Uruguai e Itália vão fazendo um grande jogo em Salvador. Cavani acaba de empatar a partida, 2 a 2.

14h35
Diamanti, agora sim é dele! A Itália passa à frente do Uruguai novamente. Acompanhe a partida lance a lance.

14h34
O entorno do estádio do Maracanã está bem diferente daquele criticado no amistoso contra a Inglaterra. As calçadas estão terminadas, os canteiros em ordem e grama foi plantada.

14h28
O clima é de tranquilidade nas cercanias do Maracanã. O estádio está fortemente protegido pela polícia. Há inclusive homens da cavalaria e tanques do exército. Alguns manifestantes seguraram cartazes pacificamente, protestando contra a situação de hospitais.

14h20
Na Fonte Nova, aos 12min de partida do segundo tempo, Edinson Cavani empata para o Uruguai. Siga o jogo.

14h15
No Rio, a polícia faz barreiras para evitar o avanço de manifestantes em direção ao Maracanã. Cerca de 5 mil pessoas protestam contra a privatização do estádio e remoção de famílias.

14h12
Creditado inicialmente para Diamanti, a Fifa confirma agora o gol da Itália para Astori. O jogo segue com vitória parcial italiana.

14h10
Os jogadores de Brasil e Espanha ganham férias assim que deixarem o Maracanã neste domingo. O grupo espanhol vai do estádio direto para o aeroporto do Galeão. Alguns jogadores ficam para a partida de terça-feira entre os amigos de Messi e Neymar. Será o primeiro encontro dos craques depois que o brasileiro assinou com o Barcelona. Felipão também libera seu grupo, mas com um recado aos jogadores: cuidem-se para as próximas convocações. O Brasil volta a se reunir em agosto, e um dos jogos será contra Portugal.

14h06
Começa o segundo tempo em Salvador. Acompanhe ao vivo.

13h55
A polícia militar do Rio antecipou em meia hora seu trabalho de varredura nas imediações do Maracanã. O que era para começar às 14 horas já está valendo: só passam pelo bloqueio pessoas com ingressos. O público do jogo deve ser de 70 mil. Ocorre que os manifestantes, já reunidos pela cidade, defendem o direito de protestar em frente ao Maracanã. E aí pode haver confronto.

13h54
Apesar de a partida estar equilibrada, a Itália teve mais volume de jogo que o Uruguai neste primeiro tempo.  O time de Cesare Prandelli teve 58% de posse de bola. Mesmo assim, o Uruguai arriscou mais: foram oito chutes contra três.

13h48
Termina o primeiro tempo em Salvador. A Itália vai vencendo o Uruguai por 1 a 0, gol de Diamanti.

13h46
Sedes dos dois últimos jogos da Copa das Confederações, Rio e Salvador têm protestos neste domingo. Acompanhe.

13h35
Antes da decisão deste domingo haverá a cerimônia oficial de encerramento da competição. O evento no Maracanã está previsto para às 17h25.

13h29
Itália vai vencendo o Uruguai em Salvador. Acompanhe a partida lance a lance.

13h15
ACOMPANHE Uruguai x Itália, na disputa pelo 3.º lugar.

13h11
Alguns familiares dos jogadores foram nesta manhã ao hotel da seleção
. Queriam dar o último apoio para seleção contra a Espanha. Felipão tratou de colocar todo mundo para correr. Pediu desculpas, mas disse que o seu time já esta concentrado para a final.

13h06
Cerca de quinhentos integrantes do Comitê Popular da Copa estão reunidos na praça Saenz Peña, na Tijuca. Eles pretendem se dirigir para o Maracanã no inicio da tarde. Esse número deve aumentar mais perto do horário do jogo.

13h04
O Brasil vai jogar de camisa amarela e calção branco, mesmo uniforme que bateu a Itália por 4 a 2. A seleção fez 11 gols na Copa das confederações. E sofreu três.

12h59
Hoje é dia de manifestação no Rio. E vale tudo. Em Copacabana, um grupo de pouco mais de 20 pessoas pedia, no calçadão da praia, mais respeito com os animais. O pessoal ouvia as reivindicações, mas poucos paravam. Os manifestantes estavam com seus animais.

12h47
Um prédio, de propriedade da CBF, foi invadido por um grupo de manifestantes, no Rio.

12h20
Os editores do Estadão Robson Morelli e Mateus Silva Alves comentam a decisão. Confira o vídeo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.