As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Brasil frustra Bergisch Gladbach

Lucas Nobile

20 de junho de 2006 | 17h32

A cidade de Bergisch Gladbach se preparou para receber a seleção brasileira na Copa. Com ajuda de alguns patrocinadores, montou uma boa estrutura para os treinos do time e para receber a imprensa do mundo inteiro. Mas, até agora, só teve frustrações.

Para começar, o prefeito da cidade tentou que a seleção fizesse um treino aberto ao público, mas não conseguiu – a população local não tem nenhum acesso ao time brasileiro. Aí, na entrevista coletiva dos jogadores na segunda-feira, a assessoria de imprensa da CBF retirou da frente das câmeras os produtos dos patrocinadores que fizeram parceria com Bergisch Gladbach.

E a última frustração aconteceu nesta terça-feira. Como estava prevista uma entrevista de Parreira, o centro de imprensa foi preparado para receber os jornalistas, com material de divulgação da cidade para ser distribuído. Mas o treinador cancelou a coletiva e Bergisch Gladbach perdeu mais uma chance de aparecer e lucrar com o ilustre visitante.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.