As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Clássicos e equilíbrios

André Rigue

19 de outubro de 2008 | 20h12

Palmeiras e São Paulo empataram, mas continuam vivos na luta pelo título do Campeonato Brasileiro. A vantagem do primeiro colocado (Grêmio) para o quinto (Flamengo) é de apenas quatro pontos, diferença que pode ser possivelmente tirada nas últimas oito rodadas.

A igualdade no Palestra Itália foi justa. O Palmeiras apresentou maior volume ofensivo, enquanto o São Paulo mostrou uma defesa sólida. Os dois times, apesar de não estarem na ponta da tabela, são os favoritos ao título.

O Grêmio mais uma vez voltou a apresentar um futebol ruim. A equipe não consegue repetir as boas atuações do primeiro turno, quando atropelou quase todos os rivais. A derrota diante da Portuguesa foi justa.

Dos cinco primeiros colocados, a situação mais complicada é do Flamengo, apesar da vitória sobre o Vasco e do otimismo do presidente Márcio Braga, que já organiza a festa.

Quem pode surpreender é o Cruzeiro. Apesar de não se dar bem nos confrontos direto contra os clubes que brigam pelo título, o time mineiro empatou pouco no campeonato e tem no número de vitórias seu diferencial.

Como bom mineiro, o Cruzeiro vai comendo pelas beiradas e pode faturar o título se Palmeiras e São Paulo bobearem nos próximos jogos – na 32.ª rodada, teremos um duelo entre cruzeirenses e gremistas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.