Cruzeiro absoluto
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cruzeiro absoluto

Equipe Colégio Nossa Senhora do Morumbi

13 de abril de 2011 | 23h47

O Cruzeiro começou a Libertadores aplicando uma goleada histórica no Estudiantes de La Plata. Venceu em casa por 5 a 0, e muitos consideraram fruto de sorte, por ter aberto o placar no início do jogo e desmontado a equipe argentina.

Mas, no decorrer da competição o treinador Cuca mostrou que a Raposa e sua goleada na primeira partida não foi apenas sorte, e que sim esta é uma das equipes mais fortes da Libertadores.

Goleou todas as equipes que recebeu, e fora de casa só perdeu pontos para o Deportes Tolima, em um 0 a 0 na Colômbia. Ademais, o treinador soube aproveitar Roger e posicionar Montillo, o melhor jogador em atividade no Brasil ao meu ver, da melhor forma possível, além do atacante Wallyson, outro achado do treinador.

Com a vitória em cima do Estudiantes, o Cruzeiro chegou aos 16 pontos e cravou a melhor campanha da segunda fase (a primeira foi a fase mata-mata, chamada aqui no Brasil de pré-Libertadores), feito que lhe garante decidir em casa a partir das oitavas.

No entanto, este fato não garante muita coisa para os mineiros. A última equipe que fez a melhor campanha e saiu campeã foi o River Plate em 1996. Desde então, decidir em casa não foi sinônimo de vitória garantida, e o próprio Cruzeiro é testemunha disto, basta lembrar da Libertadores de 2009.

Agora, começa uma nova competição para a equipe. Mas, se mantiver este futebol apresentado, tem tudo para repetir o feito do River Plate.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.