As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

De chorar de rir

Baldini Wilson

11 de junho de 2006 | 10h02

Dois jornalistas portugueses de televisão, um câmera e um repórter, brigaram na minha frente. Lembrei do meu pai imitando português falando palavrão e não consegui segurar o riso. Com medo de que alguma coisa sobrasse para mim, resolvi pegar o celular e fingir que estava falando algo engraçado com alguém. A desculpa pegou mais ou menos. Os dois perceberam e ficaram bravos comigo. Pelo menos pararam de brigar.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.