As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

É Romário e mais dez!

Teresa Ribeiro

11 de março de 2007 | 18h46

Aos 41 anos, o artilheiro Romário deu no domingo (11) mais uma demonstração de que ainda tem condições de ser decisivo por qualquer clube. Com os três gol marcados na vitória vascaína sobre o Madureira, por 4 a 1, o artilheiro, além de assegurar o triunfo para o time de São Januário que teve um péssimo desempenho em campo, ficou a cinco de marcar o milésimo da carreira.

Muitos podem argumentar que os gols foram contra um time fraco, mas vale lembrar que em 2005, Romário foi o artilheiro do Campeonato Brasileiro e o Tricolor Suburbano é o atual vice-campeão da Taça Guanabara e Carioca. Não quero atuar como advogado do Romário, mas ao ver muitos atacantes perdendo os gols que perdem, os três assinalados pelo artilheiro vascaíno contra o Madureira foram aulas de oportunismo e eficiência.

O primeiro gol o Baixinho fez de cabeça, o segundo foi em um chute certeiro e o terceiro em uma jogada em que obrigou o goleiro Éverton a cometer um pênalti, senão entraria com bola e tudo. Em seguida, cobrou a infração sem chance de defesa.

É por essas e outras que o técnico Renato Gaúcho sempre diz: “é Romário e mais dez”. Agora, no Rio, já começaram as apostas para saber quando o artilheiro chegará aos mil gols. A torcida dos vascaínos é para que aconteça contra o Flamengo, pela terceira rodada, no dia 25. Antes, o Vasco enfrentará o Boavista, em Saquarema, no sábado (17). Na quarta-feira (21), atuará contra o Gama, em Brasília, pela Copa do Brasil.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.