As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Fazer o que gosta

Baldini Wilson

12 de junho de 2006 | 16h54

Escuto um monte de jogador de futebol falar que é um privilegiado pois faz o que gosta. Também sou. Estar em uma Copa do Mundo para quem não passou de um Dunga piorado até os joelhos estourarem é a glória. Lembro quando ficava ouvindo as narrações do Osmar Santos no quarto de casa. Começava às duas da tarde a programação e ia até as 7 da noite. Desenhava em um papel o gol do jeito que o Osmar narrava. Ele era tão bom, mas tão bom, que o meu desenho saía perfeito. E olha que eu não sei “desenhar” a letra “o”. Portanto, estar indo aos jogos, treinos, viagens, parece um sonho.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.