As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Festa brasileira na Libertadores

André Rigue

24 de abril de 2008 | 00h38

Na fase classificatória da Copa Libertadores, o futebol brasileiro mostrou a sua força e conseguiu classificar seus cinco representantes para as oitavas-de-final: São Paulo, Santos, Flamengo, Cruzeiro e Fluminense.

Agora, chega o mata-mata. Como se comportarão os clubes do Brasil? Segue uma pequena projeção dos confrontos das oitavas-de-final:

1.º – Fluminense x 16.º – Atlético Nacional (COL)
O tricolor das Laranjeiras teve a melhor campanha da primeira fase. Tem um ataque poderoso e vai passar pelos colombianos. Não será fácil, pois o time colombiano tem um contra-ataque veloz.

2.º – Flamengo x 15.º – América (MEX)
A saída de Joel Santana vai pesar. Jogar no México não é fácil, ainda mais com o clube disputando a final do Estadual do Rio. Acredito que o Flamengo se despede nas oitavas.

3.º – River Plate (ARG) x 14.º – San Lorenzo (ARG)
Um clássico argentino que deve pegar fogo. O San Lorenzo investiu para a Libertadores e tem um time equilibrado. Já o River possui o melhor ataque da competição. Aposto no River.

4.º – Atlas (MEX) x 13.º – Lanús (ARG)
O Lanús já fez a sua parte ao passar da primeira fase da Libertadores. O Atlas ganha.

5.º – Cruzeiro x 12.º – Boca Juniors (ARG)
Será o duelo mais equilibrado das oitavas-de-final. O time de Belo Horizonte deixou uma má impressão com a goleada para o fraco Potosí, na altitude boliviana. É verdade que o Boca não está em grande fase e quase foi eliminado na primeira fase. Mas o time argentino é muito forte em mata-mata. Dá Boca.

6.º – Estudiantes (ARG) x 11. – LDU (EQU)
O time equatoriano é chatinho. Vai complicar a vida do Estudiantes. É um duelo difícil de fazer uma previsão, mas aposto nos argentinos.

7.º – Cúcuta (COL) x 10.º – Santos
Depois de dois duelos quentes no Grupo 6, as equipes voltam a se enfrentar. O time de Leão, apesar da insegurança da defesa, com Betão, Domingos e Fabão, mostrou que pode passar pelos colombianos. Dá Santos.

8.º – São Paulo x 9.º – Nacional (URU)
Com a pior campanha entre os primeiros colocados, o São Paulo terá problemas para jogar no Uruguai. A pressão será muito grande. Mas o time de Muricy Ramalho está focado na Libertadores, que é o grande objetivo da temporada. Dá São Paulo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.