As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Futebol maluco

Luiz Zanin Oricchio

01 de novembro de 2006 | 18h43

O Real Madrid pressionou o tempo todo, perdeu gols incríveis e a bola não entrava. Entrou apenas quando Nicolita foi atrasá-la sem perceber que o goleiro estava fora da meta. Ela entrou de mansinho, Nicolita chorou e isso foi tudo. O Real ganhou por 1 x 0. Todo mundo agora vai dizer que o placar foi merecido, que o Real atacou e o Steaua Bucareste só se defendeu, etc. Certo, mas a “justiça” só foi alcançada por uma jogada infeliz e inábil de um atleta. Às vezes não adianta ficar procurando lógica onde ela não existe. Nem sempre o futebol é lógico. Ou “justo”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.