As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Goiás precisa respeitar o Corinthians

André Rigue

15 de abril de 2008 | 23h23

Lamentável a atitude do presidente do Conselho Deliberativo do Goiás, Hailé Pinheiro, que provocou os corintianos ao dizer que “chuparia uva com a camisa roxa”, o terceiro uniforme do clube de Parque São Jorge.

É verdade que parte da torcida corintiana detestou o tom arroxeado. Isso ficou claro com as pichações nos muros do Parque São Jorge, que também foram pintados de roxo pela diretoria.

No entanto, o dirigente goiano foi infeliz, pois a declaração provocou a fúria de alguns jogadores do Corinthians, como o goleiro Felipe.

Vale lembrar que o Corinthians caiu para a Série B do Campeonato Brasileiro porque o Goiás venceu o Inter na última rodada por 2 a 1 – dirigentes e jogadores corintianos acreditam que o time gaúcho deu uma “entregada”.

Que toda essa provocação não interfira no comportamento dos jogadores nos dois confrontos pela Copa do Brasil. E que Hailé Pinheiro modere suas palavras. O futebol não admite mais dirigentes que querem aparecer mais do que a bola…

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.