As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ingressos no Morumbi

Robson Morelli

28 de fevereiro de 2007 | 14h15

Até terça-feira à noite, apenas 13 mil ingressos dos 70 mil colocados à venda haviam sido adquiridos antecipadamente por torcedores do São Paulo para a partida de logo mais contra o Alianza Lima – a primeira do Tricolor no Morumbi nesta Libertadores.

Tenho duas explicações para essa ‘debandada’ são-paulina do estádio. A primeira delas é a grana curta do torcedor. O dinheiro acabou e o mês não. Boa parte espera o dia do próximo pagamento para voltar a gastar. Esse mês ainda teve carnaval, que sempre ‘morde’ um trocado dos brasileiros.

A segunda explicação, no entanto, é a que mais me incomoda: o alto preço dos ingressos, R$ 30 uma arquibancada. É muito dinheiro para o pobre torcedor.

Numa conta ligeira, seis jogos por mês no Paulista a R$ 15 daria R$ 90, mais um da Libertadores a R$ 30: total R$ 120… quase meio salário mínimo… Muita coisa…

Amor pelo clube não tem limites, mas o dinheiro acaba, né diretoria! Uma sugestão: um jogo por mês com ingressos retirados no CT da Barra Funda. 70 mil ingressos doados para os primeiros 70 mil que forem ao CT em horários pré-estipulados… O clube deixa de ganhar dinheiro, mas cativa seus seguidores…

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: