As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Jogos em horários civilizados

Luiz Zanin Oricchio

22 de dezembro de 2006 | 12h07

Ótima a lei aprovada pela Câmara que proíbe jogos depois das 21h. Agora o prefeito Gilberto Kassab terá 60 dias para sancioná-la. Nesse meio-tempo as pressões irão rolar. É que a Todo-Poderosa gosta de colocar os jogos às 21h45 para não atrapalhar a novela. E o torcedor? O torcedor que se dane. Se quiser ver o seu time, que se sujeite a sair do estádio à meia-noite, numa cidade com os problemas de segurança como São Paulo. E que durma pouco, se conseguir chegar em casa, para ir ao trabalho na manhã seguinte. Enquanto isso, leio no Lance! que o presidente da Federação Paulista de Futebol, Marco Polo Del Nero, já se pronunciou contra a lei e a favor da Globo. Assim são as coisas neste País. Pensa-se no interesse de todas as partes, menos na do consumidor final. Cabe perguntar: o que seria do futebol se não fosse o torcedor, hein?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.