As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Massa está uma acelerada à frente dos rivais

Tércio Braga

29 de novembro de 2006 | 11h42

O fato de poder participar de toda a temporada de inverno da Fórmula 1 dá uma aparente vantagem a Felipe Massa na luta pelo título do ano que vem, tomando por base que ele, Fernando Alonso e Kimi Raikkonen são os principais favoritos ao campeonato.

Tanto o espanhol bicampeão do mundo quanto o finlandês não poderão entrar na pista antes do Ano Novo por questões contratuais. A Renault não libera Alonso para treinar pela McLaren, que por sua vez não libera Raikkonen para entrar num dos carros da Ferrari, pelo menos em público.

Essa quilometragem pode fazer a diferença, principalmente no começo do ano. Basta ver como foi na Honda em 2006, quando Jenson Button deu um passeio em Rubens Barrichello, inclusive durante toda a temporada.

Muitos críticos dirão que Barrichello é mais lento que Button em qualquer circunstancia. No entanto, é só fazer um comparativo entre o brasileiro e Michael Schumacher para saber que 2006 foi um ano anormal.

A diferença no Mundial de pilotos entre Button e Barrichello (56 pontos contra 30) dá margem para dizer que, o inglês é, no mínimo, tão bom quanto Schumacher e que, por tanto, todas as conquistas do alemão aconteceram por causa do carro. Ou trocando em miúdos: Se Button corresse na Ferrari teria ganhado cinco títulos seguidos. Será?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.