As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Messi impediu a dança de Daniel Alves e Neymar de forma intencional?

Estadão Esportes

19 de fevereiro de 2014 | 12h27

A irreverência dos brasileiros causa polêmica novamente na Europa. Após marcar o segundo gol do Barcelona contra o Manchester City pela Liga dos Campeões, Daniel Alves e Neymar fizeram novamente a dança do Lepo Lepo, sendo interrompidos por Lionel Messi, que abraçou ambos, junto com o resto dos jogadores. No último sábado, a dupla já havia dançado a música do grupo Psirico em gol de Neymar, contra o Rayo Vallecano. De acordo com alguns jornalistas espanhóis, a dança soa como uma espécie de menosprezo ao adversário.

Essa não é a primeira vez que comemorações dos atletas do Brasil causam polêmica. Em 2012, contra o mesmo Rayo Vallecano, Daniel Alves comemorou gol de Thiago Alcântara com outra dança. Na ocasião, o capitão Carles Puyol interrompeu os jogadores e após o jogo, o técnico Pep Guardiola repreendeu ambos, dizendo que aquilo não era postura de atletas do Barcelona. Em 2005, Ronaldo, Robinho e Roberto Carlos também foram criticados após comemorar gol imitando uma barata, agonizando de cabeça para baixo.

O acontecimento nesta terça-feira gerou muita polêmica nas redes sociais, com internautas debatendo sobre a real intenção de Messi impedir a continuação da dança. E para você leitor. Messi interrompeu a comemoração do Lepo Lepo de forma proposital? Vote!

[poll id=”670″]

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.