Muricy, rei dos pontos corridos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Muricy, rei dos pontos corridos

Luiz Zanin Oricchio

07 de dezembro de 2010 | 11h19

O título do Campeonato Brasileiro 2010 conquistado pelo Fluminense confirma a hegemonia do técnico Muricy Ramalho na era dos pontos corridos. Desde que o sistema foi implementado, em 2003, ele levantou o troféu em quatro oportunidades – 50% das vezes, já que foram oito competições disputadas.

Muricy já havia sido campeão com o São Paulo em 2006, 2007 e 2008. Quem mais se aproxima dele é Vanderlei Luxemburgo, com dois títulos, em 2003, com o Cruzeiro, e 2004, com o Santos. Antônio Lopes tem uma conquista com o Corinthians, em 2005, assim como Andrade, campeão com o Flamengo em 2009.

Mas não são apenas os troféus que mostram que Muricy Ramalho é o rei dos pontos corridos. Outros números também comprovam este fato. Entre os três treinadores que mais disputaram partidas no Brasileirão desde 2003, ele tem o melhor aproveitamento, de 59,56%, contra 56,51% de Luxemburgo e 50,19% de Cuca. E foi eleito cinco vezes pela CBF o melhor comandante do torneio nacional.

O gráfico abaixo ainda mostra a evolução de Muricy, que tem se mantido com tranquilidade a frente de seus principais concorrentes nos últimos anos. Como pode-se ver, Luxemburgo começou melhor, mas acabou sendo desbancado.

Veja também:
link
Campeão, Muricy agradece apoio do torcedor brasileiro

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.