Musas solidárias
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Musas solidárias

Estadão Esportes

17 de setembro de 2011 | 17h20

Giuliander Carpes, enviado especial

KAZAN – Kazan tem um final de semana movimentado. Não bastasse o confronto de Rússia e Brasil pela Copa Davis, os fortes times de futebol do Rubin Kazan e do Zenit, de São Petersburgo, fazem clássico na cidade neste domingo. Como se não bastasse, duas estrelas do fortíssimo tênis feminino russo fizeram uma partida de exibição na incrível Academia de Tênis de Kazan. Vera Zvonareva e Elena Dementieva se enfrentaram em jogo para arrecadar fundos para a Associação Russa para a Síndrome de Rett.

A doença, genética, é um tipo grave de autismo. O jogo foi uma iniciativa de Zvonareva. A filha de uma de suas amigas sofre com o problema. Dementieva aceitou o convite para a partida na hora. “Espero que mais eventos desses ocorram para as pessoas conheceram melhor a doença e poderem ajudar”, disse Zvonareva, atual número 4 do ranking mundial.

Dementieva, 29 anos, anunciou sua aposentadoria no final do ano passado. Resolveu se casar com o jogador de hóquei russo Maxim Afinogenov e se dedicar à família que pretende construir. A exibição deste sábado foi o primeiro evento de tênis que ela participou desde que se retirou do tênis.  “Estou voltando ao tênis agora e espero que isso seja o início de um envolvimento maior meu no tênis russo”, afirmou a ex-tenista.

Dementieva e sua graça em quadra (Foto de Gilson Pereira/Divulgação)

Para quem não joga tênis profissionalmente há quase um ano, Dementieva fez um bom jogo. Perdeu por 6/3 numa partida divertida e com belíssimos pontos. O público podia ser maior – havia só umas mil pessoas no ginásio -, mas as duas musas do tênis sorriram, aplaudiram as jogadas bonitas da adversária e bateram bola com algumas crianças que sofrem da síndrome antes de participarem de uma sessão de autógrafos. Um belíssimo programa de fim de tarde em Kazan, com o perdão do trocadilho infame. Abaixo videos do evento para matar saudade do duelo entre as russas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.