As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

No Dia dos Namorados

Luiz Zanin Oricchio

12 de junho de 2006 | 17h50

Hoje conheci melhor Leipzig, o lugar mais impressionante que já visitei. Seus cafés, creperias e sorveterias são extremamente agradáveis, as ruas estreitas, as construções imponentes … é a cidade eternizada por Goethe em Fausto, a cidade de Johann Sebastian Bach e a cidade de gente de todos os lugares, de todas as línguas.
No meio da multidão, holandeses e talianos em grupos, brasileiros sozinhos, sérvios, portugueses e um casal com pinta de americano.
Dia dos Namorados na Alemanha se comemora dia 14 de fevereiro, mas sou brasileiro e, por isso, o casal me prendeu a atenção. Olhavam os prédios maravilhados, tiravam fotos, espantavam-se com que o entendiam totalmente ou em parte e riam do que não entendiam. A História de Leipzig parecia fasciná-los bem menos do que a história que estavam construindo entre ambos.
E assim, meio tímido, confuso e nas entrelinhas, fica o recado de que estou morrendo de saudades à minha namorada…

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.