As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O bom samaritano

Luiz Carlos Merten

10 de junho de 2006 | 22h41

Eu tive um dia complicado. O mais difícil de todos, aqui na Alemanha. Sérias suspeitas de que tinha perdido minha máquina fotográfica – o que, felizmente, não se confirmou -, correria prá ir ao estádio buscar o ingresso prá Argentina x Costa do Marfim, correria prá ir pra estação de trem, correria prá chegar em Hameln, prá cobrir a França, correria prá voltar prá Hamburgo – fiquei mais de uma hora esperando o trem, numa estação perto do fim do mundo de tão longe -, correria prá chegar ao estádio… Mas no meio desse stress todo, aconteceu algo inédito prá mim: ajudei um argentino. Ou melhor, três. Eles pegaram o mesmo trem que eu, de Hannover prá Hamburgo, onde assistiriam ao jogo da sua seleção. Já iam descendo na estação errada – bem longe do centro -, quando avisei: “a estação central é a próxima”. Meio sem jeito, agradeceram – acho que perceberam que eu era brasileiro. No meio de um dia estressante como esse, ajudar TRÊS argentinos, realmente, é algo louvável… como diz minha avó, hoje ganhei mais um degrau na escada pro céu…

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.