As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O fim de um pesadelo chamado Pirambu

Robson Morelli

02 de março de 2007 | 14h27

O pesadelo do Parque São Jorge acabou. O Pirambu não existe mais na vida do Corinthians. A vitória por 3 a 0 no Pacaembu exorcizou esse fantasma que durante uma semanas assombrou os jogadores do clube.

Ouvi da boca de corintianos roxo que uma eliminação para o Pirambu na Copa do Brasil significaria o fim da vida de torcedor. Corinthians, nunca mais! Ao final dos 90 minutos, com a boa vitória, esses mesmos bateram no peito cheios de orgulho: ‘esse time só me dá alegria’. Isto é Corinthians: amor e ódio na mesma proporção.

Aliás, foi exatamente isso que o zagueiro Marquinhos disse ao deixar o clube: ‘o torcedor corintiano sente amor e ódio na mesma proporção pelos atletas do time’.

O pesadelo acabou, mas a lanterna ainda está acesa. Agora vem o Palmeiras, um rival que os corintianos respeitam muito. Acho até que um clube não existiria em tamanha grandeza sem o outro. É jogo sem palpites, sem favoritismos, sem garantias.

Mas não creio em novas crises para qualquer lado. A vaga para a próxima fase do Paulista ficará mais longe do perdedor, claro, mas a Copa do Brasil parece agora ser um alento para essas duas equipes.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.