O sonho corintiano da Libertadores
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O sonho corintiano da Libertadores

André Rigue

04 de janeiro de 2010 | 22h04

roberto carlos

Um centenário inesquecível para o Corinthians passa pela conquista da Copa Libertadores, título mais desejado pelo torcedor alvinegro. Indiscutível que o clube de Parque São Jorge estará entre os mais cotados, pelo forte time que possui.

O Corinthians estará no Grupo 1, ao lado de Cerro Porteño (PAR), Independiente (COL) e o vencedor do jogo 6, que será disputado entre Atlético Júnior (COL) e Racing (URU).

Para fazer uma boa campanha na Libertadores, o Corinthians manteve Ronaldo e apostou na experiência de Roberto Carlos. Em sua apresentação, o lateral-esquerdo afirmou que o alvinegro poderia ser rotulado de favorito.

O problema é que o Corinthians sempre se deu mal na Libertadores quando entrou como favorito. A última vez foi em 2006, quando o time comandado pelo argentino Tevez acabou eliminado pelo River Plate dentro do Pacaembu, nas oitavas de final.

Para o sonho se tornar realidade, o técnico Mano Menezes, sobretudo, terá de trabalhar o elenco para evitar esse clima de “ansiedade”. E contar com jogadores experientes, campeões de Copa do Mundo, pode ser um diferencial.

Até onde o Corinthians pode chegar? Essa é a grande questão…

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: