As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O trem atrasou

Luiz Zanin Oricchio

10 de junho de 2006 | 19h35

Para minha sorte, o trem de Berlim para Leipzig atrasou alguns minutos. Não que eu tenha chegado tarde na estação, é que fiquei horas para encontrar qual o andar, a linha, o corredor, o portão, o lado, o guichê e o compartimento que sairia o bendito vagão: ô estaçãozinha complicada essa que acabaram de inaugurar, a maior da Alemanha.
Bom, graças a prestativos alemães, cheguei no local certo em cima da hora. Ao contrário do trem, que por um problema qualquer atrasou cerca de 15 minutos.
Todo mundo esperando. Eu acostumadíssimo com atrasos, os alemães tendo síncopes. Dez minutos passados e um garoto com uma caixa ligeiramente pesada e vestindo a camisa da companhia de trens se aproximou. “Orange juice?”, ofereceu. Queria saber se eu queria um suco de laranja, mas, mais que isso, levava, em nome da empresa, um pedido de desculpas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.