Palmeiras x Ponte Preta: onde assistir, horário e escalação das equipes
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Palmeiras x Ponte Preta: onde assistir, horário e escalação das equipes

Equipe alviverde tem segundo desafio do ano em meio à preparação para a disputa do Mundial de Clubes

Estadão Esportes

25 de janeiro de 2022 | 22h16

Após a estreia tranquila e vitoriosa contra o Novorizontino, o Palmeiras tem um novo desafio pelo Campeonato Paulista. Nesta quarta-feira, às 21h35, diante de seus torcedores, no Allianz Parque, a equipe alviverde não poderá contar com os titulares Weverton e Gustavo Gómez, cedidos às seleções brasileira e paraguaia, respectivamente. O intuito do técnico Abel Ferreira é deixar todo o elenco preparado para a disputa do Mundial de Clubes, que acontece no início de fevereiro.

A Ponte Preta, por sua vez, quer começar a temporada com postura completamente oposta à de 2021, em que ficou fora da fase final do Paulistão e lutou até as últimas rodadas contra o rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro. Para isso, o técnico Gilson Kleina conta com um elenco reformulado e espera fazer um bom jogo com o atual bicampeão da Libertadores.

Palmeiras e Ponte Preta se enfrentam nesta quarta-feira pelo Paulistão 2022. Foto: Arte/ Estadão

ONDE ASSISTIR

O duelo entre Palmeiras e Ponte Preta será transmitido pela Record, na tv aberta, além do Premiere e Paulistão Play, no pay-per-view. O Estadão acompanha a partida em tempo real.

HORÁRIO E LOCAL

A bola rola para o confronto entre alviverdes e alvinegros às 21h35, no Allianz Parque, na capital paulista.

ESCALAÇÕES PROVÁVEIS

PALMEIRAS – Marcelo Lomba; Luan, Murilo e Piquerez; Mayke, Danilo, Zé Rafael e Gustavo Scarpa; Raphael Veiga, Dudu e Rony. Técnico: Abel Ferreira.

PONTE PRETA – Ygor Vinhas; Norberto, Fábio Sanches, Dedé e Guilherme Santos; Moisés Ribeiro, Matheus Jesus, Léo Naldi, Wesley e Fessin; Lucca. Técnico: Gilson Kleina.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.